Crítica por falta de campanha

Paulistas querem que governo federal promova amplo marketing educativo

iG Minas Gerais |

Volume morto. O reservatório de Santa Branca, no Rio de Janeiro, está quase sem água para o Estado
NILTON CARDIN
Volume morto. O reservatório de Santa Branca, no Rio de Janeiro, está quase sem água para o Estado

São Paulo. O Secretário de Energia de São Paulo, João Carlos de Souza Meirelles, afirmou ontem que o governo estadual pretende se reunir com o novo ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, para discutir a situação de escassez de energia no Brasil. O governo paulista irá propor ao governo federal que elabore uma campanha de redução de consumo elétrico, iniciativa apontada por Meirelles como única opção de curto prazo para evitar um racionamento de energia. As críticas também foram feitas para a falta de campanha educativa para a população no consumo de água.

O pedido de audiência com o ministro será formalizado em breve e o governo de São Paulo espera que o encontro ocorra ainda na próxima semana. O lançamento de uma campanha de conscientização para o consumo de energia é uma das iniciativas que serão apresentadas por São Paulo ao governo federal. “O governo precisa apresentar uma proposta à população para que economize”, sintetizou o secretário, que participou ontem de cerimônia de Lançamento do Selo Energia Verde, na sede da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica).

O estímulo à geração de energia pela indústria sucroalcooleira também será defendido pelo governo de São Paulo no encontro com o ministro de Minas e Energia. São Paulo é uma referência nacional no mercado da biomassa.

“Este é um mercado potencial que estava sendo negligenciado”, disse Meirelles. O mapeamento de áreas onde eventuais cortes de energia não podem ocorrer também deve ser proposto. É o caso, por exemplo, da Avenida Paulista, classificada por Meirelles como o “maior corredor de hospitais do país”. Esse mapeamento, pondera, seria levado em consideração em situações em que o corte de energia fosse programado.

Transposição

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, afirmou ontem que o conselho administrativo da Sabesp deve aprovar em reunião, na quinta-feira, a proposta de transposição do rio Paraíba do Sul, que foi incluída na semana passada pelo governo federal no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Segundo ele, a licitação para a obra deve ser lançada já na sexta-feira.

Chuvas

As chuvas que caíram no final de semana na região das bacias do Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ), interior de São Paulo, elevaram o nível dos rios e tiraram do estado de alerta, ontem, os serviços de água de 38 municípios da região. A medição realizada pela manhã mostrou que os rios Atibaia, Camanducaia e Jaguari tiveram ganhos expressivos no volume de água.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave