Consumidores estão mais pessimistas

iG Minas Gerais |

Brasília. Embora o pessimismo do consumidor seja resultado de um longo período de deterioração da confiança, a piora recente pode ter sido motivada também pela preocupação com a falta de água e energia em algumas regiões do país, afirmou Tabi Thuler, pesquisadora do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV).

O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) recuou 6,7% na passagem de dezembro para janeiro. O índice caiu de 96,2 para 89,8 pontos, o menor nível da série histórica, iniciada em setembro de 2005. “A piora na confiança tem motivação econômica, mas também tem influência de fatores não diretamente econômicos, como a preocupação com a falta de água e de energia elétrica”, avaliou Tabi.

Mas a economista lembra que a tendência de queda na confiança do consumidor começou em 2012. “A gente acredita que tem certo desapontamento do consumidor com a extensão do período de baixo crescimento da economia brasileira”, completa.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave