Ministério da Agricultura adota medidas contra a praga 'Broca do Café'

De acordo com o órgão, essas medidas se devem à gravidade da situação, pelo ciclo curto e a grande capacidade de proliferação

iG Minas Gerais | Agência Brasil |

Prejuízo. A Hypothenemus hampei fura os grãos de café, reduz o peso e prejudica o sabor do produto
Erasmo Pereira / Ascom Epamig
Prejuízo. A Hypothenemus hampei fura os grãos de café, reduz o peso e prejudica o sabor do produto

Portarias publicadas nesta segunda-feira (26) no Diário Oficial da União pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento declaram estado de emergência fitossanitária nos Estados de São Paulo e do Espírito Santo, para o combate da praga chamada 'Broca do Café' (Hypothenemus hampei).

O inseto ataca os grãos de café em qualquer um de seus estágios, destruindo o interior do fruto e colocando em risco a produção. As portarias também estendem o manejo dessa praga e as medidas emergenciais de defesa sanitária vegetal.

De acordo com o ministério, essas medidas se devem à gravidade da situação, pelo ciclo curto e a grande capacidade de proliferação. Além disso, é baixa a capacidade de resposta disponível, pela ausência de alternativas eficientes para o manejo. As medidas buscam ainda reduzir os efeitos sobre a economia agropecuária - grandes perdas na produtividade e qualidade do café.