América intensifica preparação para a estreia no Mineiro

Equipe disputou jogo-treino com o Araxá, no sábado, e treinou neste domingo, no CT Lanna Drumond

iG Minas Gerais | JANINE HORTA |

América mantém pensamento positivo em uma boa temporada
Site oficial/Divulgação
América mantém pensamento positivo em uma boa temporada

O América não descansou depois da goleada de 4 a 0 num jogo-treino contra o Araxá no sábado à tarde. Neste domingo (25), logo de manhã, a equipe já estava reunida no CT Lanna Drumond. O trabalho começou com exercícios comandados pelos preparadores físicos Wellington Vero e Leonardo Fagundes. Na sequência, técnico Cláudio Prates orientou um treino técnico de dois toques, com o grupo dividido em três times.

E não há mesmo tempo a perder. O técnico Givanildo Oliveira está mais focado nos ajustes finais da equipe nesta última fase de pré-temporada, antes da abertura do Campeonato Mineiro 2015. A equipe estreia contra o Guarani, em Divinópolis, às 17 horas, no domingo, dia 1º de fevereiro.

O objetivo agora é entrosar o time, ressalta Givanildo, e sobre isso Rubens comenta: “A gente já mantém um entrosamento, conversa bem. O Mancini mesmo, que joga mais na frente, sempre me dá umas dicas, me cobra e isso contribui para que a gente tenha um bom entrosamento e fica mais fácil na hora do jogo de acertar marcação e as jogadas”,

De fato, muitos jogadores são remanescentes da temporada anterior, e isso acelera o processo. Para o jovem Rubens, que treina com o time profissional desde o ano passado, a manutenção de peças importantes do elenco ajuda para que os novos atletas se adaptem ao jeito de jogar.

Equipe jovem

Como muitos jogadores este ano são da base, a média de idade da equipe é considerada baixa. Mesmo ainda sendo novos, ao trabalharem com os mais velhos, acabam sendo considerados como experientes pelos atletas que acabaram de subir para o profissional. É o caso do lateral Bryan, que tem 22 anos, mas com a experiência de quem conquistou o acesso à Série A, com a Ponte Preta, e passagem internacional pelo Benfica de Portugal.

Apesar de ter quase a mesma idade dos outros, o lateral aconselha seus companheiros que estão iniciando a carreira. “Eu e meu pai até contávamos esses dias sobre como é o futebol. Você com 22 anos e hoje em dia pode ser considerado um experiente no grupo. Para os meninos, eu procuro passar o máximo de tranquilidade para eles como foi passado para mim quando eu subi. Tem que chegar dentro de campo e fazer o melhor, sem ficar se preocupando em acertar toda hora. O que eu puder passar a eles vou passar, para que dentro de campo eles também possam fazer o melhor”, promete o jogador.