Levir concorda com favoritismo do Atlético ao título da Libertadores

Treinador acha o pensamento lógico pelo fato da equipe ter feito poucas alterações no elenco 2014 para 2015

iG Minas Gerais | THIAGO NOGUEIRA |

Treinador acredita em boa sequência pelo fato do Atlético ter mantido quase todo o time
Bruno Cantini/Divulgação
Treinador acredita em boa sequência pelo fato do Atlético ter mantido quase todo o time

Embora tenha perdido Diego Tardelli, seu principal jogador, o Atlético mudou pouco para 2015. Por  ter terminado 2014 em alta com o título da Copa do Brasil, o técnico Levir Culpi entende que é normal o Galo receber o rótulo de time brasileiro com mais chances de conquista da Copa Libertadores.

“Esse é um pensamento lógico. Eles (aqueles que colocam o Atlético como favorito) viram que iniciamos a temporada com mesma formação. Sempre quando passa (de um ano para o outro) com a mesma formação, a tendência é de dar uma sequência boa”, destacou o treinador alvinegro.

Por outro lado, Levir Culpi prega cautela diante da típica mudança de comportamento do torcedor brasileiro, ora eufórico e empolgado com vitórias, ora pessimista e inseguro com as primeiras derrotas.

“Aqui no Brasil, como somos bipolar, em um jogo vai tudo para baixo, ninguém mais serve. Mas a principio, concordo com esse pensamento (do Atlético favorito)”, ressaltou o técnico do Galo.

Como os resultados dentro de campo vêm aparecendo, a política de contratações da diretoria alvinegra mudou nos últimos anos. Em 2008, o Atlético chegou a contratar 11 jogadores nos três meses de intertemporada (dezembro, janeiro e fevereiro).

Em 2014 e 2015, porém, foram apenas dois atletas em cada período (veja abaixo). Para este ano, chegaram o atacante argentino Lucas Pratto e o meio-campista Danilo Pires.

Mas, como muitos atletas retornaram de empréstimo e clube decidiu reintegrar Jô, Emerson Conceição e André – que tinha sido afastados –, o elenco atual ficou inchado, o que indica a saída de jogadores.

“O nosso elenco tem de 32 a 35 jogadores. Está grande. Tem que sair alguns jogadores e alguns vão sair”, analisa Levir.

Contratações (apenas nos meses de dezembro, janeiro e fevereiro)*

2008 - 11 jogadores 2009 - 8 jogadores 2010 - 8 jogadores 2011 - 10 jogadores 2012 - 4 jogadores 2013 - 6 jogadores 2014 - 2 jogadores 2015 - 2 jogadores *) Não considera os retornos de jogadores emprestados

Leia tudo sobre: AtléticoLevir CulpiLibertadores