Cruzeiro tem primeiro teste de fogo na nova temporada

Partida de hoje pode ser um tira-teima do que o torcedor deve esperar da nova equipe celeste

iG Minas Gerais | Josias Pereira |

Novo desafio. Técnico Marcelo Oliveira trabalha para remontar a equipe após a saída de jogadores importantes
RICARDO MALLACO / O TEMPO
Novo desafio. Técnico Marcelo Oliveira trabalha para remontar a equipe após a saída de jogadores importantes

A capital federal será palco de um amistoso especial hoje, a partir das 17h. O atual bicampeão brasileiro Cruzeiro encara o pentacampeão ucraniano Shakhtar Donetsk, no estádio Mané Garrincha, um dos belos palcos da última Copa do Mundo. Mas um possível tira-teima entre a qualidade da equipe que domina o Brasil há duas temporadas ante à miscelânea de estilos do futebol do Leste Europeu ficará para uma próxima ocasião.

O Cruzeiro que entrará em campo não é mais àquela equipe que o torcedor se acostumou a ver, ou até mesmo ter a escalação na ponta da língua. Descaracterizada com a saída de atletas que formaram a base bicampeã nacional, a Raposa testa, contra os ucranianos, alternativas para acelerar o processo de entrosamento de suas novas contratações.

Um exemplo disto será a entrada do chileno Seymour na vaga de Lucas Silva, negociado com o Real Madrid. A alteração foi testada e aprovada por Marcelo Oliveira no treino da última sexta.

“O Seymour se mostrou um jogador que comunica muito dentro de campo, que orienta e faz um encurtamento da marcação, espero que possa produzir isso no jogo”, destaca o comandante. Compondo a trinca ofensiva, Marquinhos acabou vencendo a disputa com Júlio Baptista, e agora ganha uma chance de atuar ao lado de Willian e também do negociável Everton Ribeiro, que pode fazer sua última partida com a camisa do Cruzeiro. Uma despedida que será sentida pelo torcedor.

Seriedade. Com um tempo curto na calendário, e ainda acertando a saída e chegada de jogadores, a equipe celeste tenta atravessar o agitado clima nos bastidores mostrando que tem capacidade de ser ainda melhor do que foi nas temporadas anteriores. Uma boa apresentação contra uma equipe europeia é essencial para dar confiança ao time, que uma semana depois já faz sua estreia no Campeonato Mineiro.

“Nesta partida, eu já vou cobrar um pouco mais do time, apesar de o jogo ser atrativo, vou cobrar em termos técnico e em termos táticos porque os jogadores já tiveram duas semanas de trabalho e estão mais preparados”, finaliza Oliveira.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave