País já abriga divisão social

iG Minas Gerais |

Havana. É possível perceber sinais do capitalismo na ilha onde há mais de cinco décadas foi implantado o sistema socialista. No fim de 2014, a poucos metros do Teatro Karl Marx, em Havana, uma festa de réveillon, patrocinada pelos cigarros Hollywood, reunia o que parecia ser uma mistura de turistas e alguns cubanos com melhores condições econômicas. Logo na entrada, o nome Hollywood escrito em letras grandes dava as boas vindas aos participantes do baile da virada. E um maço era ofertado de brinde.

Um taxista que trabalhava na noite ficou surpreso. “Estão dando isso para as pessoas? Nunca vi acontecer algo parecido por aqui.” O lugar da festa fica no bairro de Miramar, outro exemplo da desigualdade que já existe em Cuba, embora bem mais amena do que a registrada em muitos países capitalistas.

“Olhe para Centro Havana e pense em Miramar. Em Miramar, onde ficam as embaixadas, os artistas e os políticos, as condições são muito melhores, as ruas mais bonitas e as casas grandes”, observa um morador da periferia. (CC e EG)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave