Detida com armas e droga

Mulher de 22 anos seria esposa do gerente do tráfico na região

iG Minas Gerais | DAYSE RESENDE |


Na casa onde a suspeita estava policiais apreenderam três armas e muita munição
PM/Divulgação
Na casa onde a suspeita estava policiais apreenderam três armas e muita munição

Uma mulher de 22 anos foi presa na madrugada de ontem, em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte, por suspeita de envolvimento com o tráfico de drogas.

Priscila Karen de Paula Silva foi detida durante uma operação realizada pela Polícia Militar (PM) no bairro Nossa Senhora das Graças, na rua Paraná, local já conhecido pela corporação devido à intensa comercialização de entorpecentes.

Segundo informações da assessoria de imprensa da PM, Priscila, que seria namorada do gerente do tráfico de drogas na região conhecido como Taquinho, foi encontrada em uma residência. Durante diligências no imóvel, policiais encontraram escondido debaixo de telhas de amianto duas armas calibre 38 com numeração raspada, sendo uma carregada com quatro cartuchos, além de uma pistola calibre 765 também carregada com 13 cartuchos calibre 32. Flagrante

Os militares também apreenderam outras 13 munições calibre 32, sendo sete delas picotadas, 22 pedras de crack e 18 papelotes de cocaína. A assessoria de imprensa não informou se a droga seria para uso próprio da autora ou para comercialização. No entanto, segundo a PM, Priscila já era conhecida da corporação. Taquinho não estava no imóvel durante a operação.

Após a ocorrência ser finalizada, a autora foi encaminhada para a Delegacia de Plantão da Polícia Civil em Betim, onde prestaria depoimento. O material apreendido também foi recolhido.

 

Citrolândia

 

Três homens de 18, 20 e 29 anos foram presos na tarde de anteontem, no Citrolândia, depois de roubaram uma mercearia. Segundo o cabo Pedro Henrique da Cia. 268 do 33° Batalhão da Polícia Militar, o trio foi pego durante uma perseguição policial.   Uma testemunha acionou a corporação e, ao avistarem a viatura, os suspeitos fugiram. Um outro indivíduo, que estaria armado, conseguiu escapar. Com Glauber Marques Silva, Marcelino da Cruz Vieira e Wenderson Pereira de Souza os policiais recuperaram apenas os celulares das vítimas. A cerveja e o dinheiro do caixa teriam sido levados pelo quarto suspeito. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave