Perfil mais do que específico

Maria Helena Chira integra elenco da segunda temporada de “Se Eu Fosse Você”, série exibida no canal Fox

iG Minas Gerais | caroline borges tv press |

Referências. Maria Helena conta que usou como inspiração a personagem do filme “Blue Jasmine”
CZN
Referências. Maria Helena conta que usou como inspiração a personagem do filme “Blue Jasmine”

Na TV, o tipo físico pode ser decisivo na escalação de alguns papéis. E Maria Helena Chira conhece bem essa realidade. O porte mignon e os traços elegantes da atriz contribuíram diretamente na hora do teste para viver a charmosa e refinada Raíra, da série “Se Eu Fosse Você”, da Fox, com estreia prevista para o segundo trimestre.

Na história, a personagem é uma mulher recém-divorciada que, depois de anos vivendo às custas do marido rico, se vê sem dinheiro após o fim do casamento. “Claro que ter a cara da personagem ajudou muito. Não podia fugir do perfil. Ter o biotipo fazia todo o sentido. Eles precisavam de algo bem específico”, explica.

Na série, que conta com a direção de Paulo Fontenelle e Anita Barbosa, Maria Helena interpreta a problemática irmã do protagonista Heitor, papel de Heitor Martinez. Após uma separação turbulenta, a personagem vive em uma constante depressão e se torna viciada em medicamentos tarja preta. “Apesar de ser uma série de comédia, tem esse lado mais denso. Tem a mistura da comicidade com o choro. É preciso saber dosar. Não posso deixar o papel muito pesado”, aponta. De folga da TV desde o fim de “Sangue Bom”, a atriz encontra mais facilidade com os textos cômicos. Ainda assim, afirma que o gênero não chega a ser uma zona de conforto em sua carreira. “É o que mais gosto de trabalhar. No entanto, é bem complicado. Depende de muitos fatores externos, como a direção e o parceiro de cena, por exemplo”, ressalta.

E para interpretar uma personagem com desequilíbrio emocional, Maria Helena pesquisou sobre os efeitos das mais diferentes combinações de remédios controlados para depressão e para o emagrecimento. “Na série, não fica específico o que ela toma. Mas me informei sobre o que acontece emocionalmente com as pessoas que usam esse tipo de remédio”, afirma. A atriz também buscou referências cinematográficas para compor os trejeitos elegantes e comedidos da personagem. E a principal inspiração de Maria Helena foi a protagonista do filme “Blue Jasmine”, de Woody Allen, interpretada por Cate Blanchett.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave