Marcelo aposta em Arrascaeta como símbolo da 'transformação' do time

Treinador elogiou características de uruguaio e aposta em alto em destaque da última Libertadores

iG Minas Gerais | Josias Pereira |

Apresentado oficialmente pelo Cruzeiro nesta sexta, Arrascaeta levou dezenas de torcedores à  Sede Administrativa do clube
ALEX DE JESUS/O TEMPO
Apresentado oficialmente pelo Cruzeiro nesta sexta, Arrascaeta levou dezenas de torcedores à  Sede Administrativa do clube

As despedidas na Toca da Raposa II são o ônus das glórias que a Raposa conquistou nos dois últimos anos. Um alto preço a ser pago pela competência da equipe, que encantou o país com um futebol envolvente e vencedor. A quantidade de saídas assusta, o próprio técnico Marcelo Oliveira confessou sua surpresa com o 'desmanche'.

"Como técnico, eu gostaria que fosse diferente, que os times ficassem com seu elenco com mais tempo, esta freqüência de escalação é que faz os jogadores atuarem até de forma natural. Mas tem o lado comercial do clube, e eu como ex-jogador entendo o interesse dos atletas. As cifras são muito significativas, a concorrência com outros mercados é muito desleal, e eles acabam levando os jogadores", disse o treinador.

Mas Marcelo também preserva a tranquilidade em sua fala. O comandante está certo de que é possível formar uma equipe vitoriosa mesmo com tantas alterações. E ele inclusive já elegeu um atleta que pode ser símbolo deste novo momento do Cruzeiro - o uruguaio Arrascaeta.

"É um jogador com quem temos atenção muito grande. Entendemos que ele pode render muito, pois na última Libertadores foi assim. Tem boa técnica e finaliza bem. Acho que ele vai nos ajudar muito nesta transformação da nossa equipe”, avalia.

Em fase final de testes, Arrascaeta deverá participar dos treinamentos com bola na próxima semana. Apesar da pouca idade (20 anos), o uruguaio é uma das grandes revelações do futebol de seu país e foi motivo de disputa entre Internacional e Cruzeiro. Meia talentoso, pode ser o articulador de jogadas da equipe celeste, ou até mesmo atuar pelas beiradas do campo. 

Leia tudo sobre: marcelo oliveiraarrascaetaexpectativarenovaçãotimecruzeiro