Suspeito de assalto morre após ser deixado por comparsa na UPA

O crime aconteceu na noite dessa sexta e acabou com uma funcionária morta; um dos assaltantes foi baleado pelo segurança do estabelecimento e também morreu

iG Minas Gerais | CINTHIA RAMALHO/ JULIANA BAETA |

Funcionária de supermercado é morta durante tentativa de assalto em BH
CINTHIA RAMALHO / WEB REPÓRTER
Funcionária de supermercado é morta durante tentativa de assalto em BH

Um dos suspeitos do assalto em um supermercado no bairro Padre Eustáquio, na região Noroeste de Belo Horizonte, ocorrido na noite dessa sexta-feira (24), morreu na madrugada deste sábado (24) na UPA Oeste. Ele tinha 17 anos e foi baleado pelo segurança do estabelecimento e levou um tiro no tórax e outro no abdômen. O crime terminou com uma funcionária do caixa morta.

Testemunhas informaram que o segurança do supermercado é policial militar, e a corregedoria da PM está apurando a situação para ver se o homem realmente integra a corporação. Ele ainda não foi localizado.

De acordo com a Polícia Militar, dois homens armados entraram no supermercado por volta das 21h30 de sexta e anunciaram o assalto. Segundo funcionários do supermercado, eles tentaram render o segurança da loja, porém, o homem reagiu e deu início a uma troca de tiros com os assaltantes.

Ainda segundo os funcionários, o segurança teria sido atingido por um disparo no braço. Já um dos assaltantes, o adolescente de 17 anos foi baleado pelo segurança em morreu durante a madrugada deste sábado. Além deles, outras duas pessoas também foram atingidas por disparos durante o assalto.

A operadora de caixa Graziele Ferreira dos Santos, de 21 anos, levou um tiro na região da axila. Quando a viatura da PM chegou ao local, ela já estava caída no chão da loja. A funcionária foi socorrida pelos militares, porém, durante o trajeto para o hospital, a viatura encontrou com uma ambulância do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu), que terminou de socorrê-la. A vítima não resistiu aos ferimentos e morreu antes de chegar ao hospital.

Já a outra vítima, Paulina Izabel Costa e Silva, de 57 anos, cliente do supermercado, foi atingida por um disparo no pescoço. Ela foi encaminhada para o Hospital João XXIII, onde passou por cirurgia e seu estado de saúde é estável.

Ainda segundo a PM, os suspeitos fugiram do local em um Fiat Uno cinza com placa clonada e seguiram em direção à Via Expressa. O suspeito que morreu foi abandonado na UPA Oeste pelo comparsa após o crime.

Leia tudo sobre: supermercadoassaltocrimepolicial militarpmassassinatopadre eustáquioepa