Reforçar os cofres e o campo

Diretoria corre contra o tempo para repor perdas e manter elenco forte e de qualidade em 2015

iG Minas Gerais | Guilherme Guimarães e Josias Pereira |

Arrascaeta foi apresentado à torcida na sede administrativa do clube no Barro Prato
Alex de Jesus
Arrascaeta foi apresentado à torcida na sede administrativa do clube no Barro Prato

O discurso do presidente Gilvan de Pinho Tavares no início de 2015 se baseia em alguns pilares: economizar para sofrer menos com os impactos da crise financeira, “engordar” o caixa do Cruzeiro com a venda de atletas, mas, sem deixar de trazer jogadores à altura para suprir as perdas. E não foram de pequeno impacto as saídas. Em pouco mais de 20 dias, o Cruzeiro vendeu o lateral-esquerdo Egídio, o meia-atacante Ricardo Goulart, além dos volantes Nilton e Lucas Silva. Com os mais de 60 milhões arrecadados, a diretoria da Raposa quitou os salários de dezembro e janeiro e contratou outros jogadores. Dentre eles, o meia Giorgian De Arrascaeta, uruguaio que se destacou no Defensor Sporting-URU no ano passado e que chega com status de grande contratação. Apresentado na manhã de ontem, na sede administativa do Cruzeiro, Arrascaeta foi ovacionado mais uma vez pelo torcedor, quando apareceu na sacada do hall de entrada do prédio. “Primeiro, antes de mais nada, quero agradecer ao torcedor pela forma como estão me tratando desde que cheguei. Muito contente por chegar a esse clube grande, que foi campeão nos últimos dois anos. Agora vamos lutar por essa Libertadores”, disse o meio de apenas 20 anos. Arrascaeta custou R$ 12 milhões aos cofres do Cruzeiro, que adquiriu 50% dos direitos econômicos do jogador. “Eu prometi aos nossos torcedores que toda a receita adquirida com o Sócio do Futebol será investida no futebol. Estamos repondo à altura. O Arrascaeta é um atleta de nível para nos levar a novas conquistas”, disse Gilvan, que justificou seu momento de “perrelização” - como alguns cruzeirenses têm chamado as inúmeras vendas de atletas no começo deste ano. “Chega um determinado momento que é impossível manter todas as estrelas do elenco por causa da vitrine que é o Cruzeiro. Esse mês de janeiro tivemos que atrasar alguns dias de pagamento, porque viemos de um mês de dezembro em que a receita caiu muito. Quitamos a folha de pagamento, 13º, férias e o salário”, explicou. Além de Arrasacaeta, o Cruzeiro contratou os atacantes Joel, Leandro Damião e Riascos, além dos volantes Fabiano e Felipe Seymour. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave