Moradores alertam para a existência de maníaco no Padre Eustáquio

Por causa disso, uma das vítimas, que foi ferida há três dias, resolveu colar cartazes pelo local alertando às mulheres sobre o maníaco

iG Minas Gerais | Cinthia Ramalho |

Aviso com características do suspeito foram pregadas no muro
Aviso com características do suspeito foram pregadas no muro

Moradores do bairro Padre Eustáquio, na região Noroeste da capital, estão em alerta. Um homem está atacando mulheres em um ponto de ônibus localizado na rua Olinto Magalhães, na esquina com a rua Vila Rica. Por causa disso, uma das vítimas, que foi ferida há três dias, resolveu colar cartazes pelo local alertando às mulheres sobre o maníaco.

De acordo com Marcos Alves, 35, porteiro de um prédio que fica próximo ao ponto, a vítima é moradora do imóvel onde ele trabalha. No dia do ataque, ela relatou que, por volta das 14h, enquanto esperava o ônibus, foi abordada por um homem jovem e de boa aparência, que pediu informações sobre os horários de um coletivo.  Ainda segundo o porteiro, a mulher conseguiu fugir, mas contou que o rapaz já estava com a calça abaixada, pronto para estuprá-la. Ela não registrou boletim de ocorrência.

Segundo Alves, há um mês, uma faxineira que trabalha no prédio também foi vítima do maníaco. "Pelo que as duas mulheres relataram, parece que foi o mesmo homem", avalia. 

Procurada, a Polícia Militar afirmou que não recebeu nenhuma informação sobre o caso. Medo. Na tarde de ontem, usuárias do transporte coletivo que leram o cartaz se mostraram preocupadas. “Muitas vezes fico sozinha no ponto. Agora que sei o que está acontecendo, vou ficar atenta”, disse a auxiliar administrativo Lígia de Moura, de 38 anos.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave