Chuveirão é cancelado em Sabará por causa da seca em Minas

A decisão foi tomada depois de uma reunião entre o prefeito e outros membros do executivo na cidade nesta sexta-feira (23)

iG Minas Gerais | Natália Oliveira |

Tradição. Atração famosa do Carnaval de Sabará, chuveirão refresca foliões há 20 anos no município
DANIEL IGLESIAS/O TEMPO
Tradição. Atração famosa do Carnaval de Sabará, chuveirão refresca foliões há 20 anos no município

Além de cancelarem completamente a folia, algumas cidades tiveram que cancelar parte da programação. Em Sabará, na região metropolitana da capital, o tradicional Chuveirão foi cancelado por causa da seca prolongada que atinge o Estado. A decisão foi tomada depois de uma reunião entre o prefeito e outros membros do executivo na cidade nesta sexta-feira (23).

De acordo com a assessoria de imprensa da cidade, a atração será substituída por um banho de espuma que terá pouco gasto de água e mais de sabão. Há 20 anos o chuveirão anima a festa em Sabará. Os foliões recebem uma mangueirada de água para se refrescar. Essa é a segunda vez que a cidade fica sem o chuveirão, em 2008, a atração também não foi realizada, já que duas pessoas morreram em um acidente envolvendo um trio elétrico.

 

Veja nota na íntegra publicada no site da prefeitura da cidade:

Por causa da crise hídrica que afeta a região sudeste e em solidariedade às cidades que passam por racionamento de água, o prefeito de Sabará, Dr. Diógenes Fantini, decidiu nesta sexta-feira, 23 de janeiro, cancelar o evento “chuveirão” da programação oficial de carnaval do município de Sabará.  

O “chuveirão” é um evento tradicional que acontece há duas décadas na Praça Santa Rita, centro histórico de Sabará, onde os foliões são refrescados pelos jatos d’água de uma mangueira de incêndio instalada em um hidrante da praça. 

No cenário atual de escassez de água e previsão de um possível racionamento em toda a Região Metropolitana de BH, a prioridade é colocar os recursos hídricos em primeiro plano.

A Prefeitura de Sabará reconhece a importância da tradição do “chuveirão” e espera que nos próximos carnavais a região sudeste tenha saído da crise de abastecimento para que o evento continue.  

A Prefeitura de Sabará também acredita que a atitude servirá como exemplo para que a população economize o bem mais precioso do planeta.

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave