Transpetro cria plano anticorrupção

Enquanto isso, a Transpetro segue sem uma definição sobre o destino de seu presidente licenciado, Sérgio Machado, cujo último prazo de afastamento venceu na segunda-feira

iG Minas Gerais |

Brasilia. Um dos alvos das investigações da operação Lava Jato, a Transpetro, subsidiária de logística da Petrobras, anunciou aos funcionários nesta semana a criação de um programa interno com novas normas e procedimentos para evitar casos de corrupção.  

A empresa vai adotar novas regras de conduta na relação com fornecedores e um novo padrão para a apuração interna de suspeitas de irregularidades.

Enquanto isso, a Transpetro segue sem uma definição sobre o destino de seu presidente licenciado, Sérgio Machado, cujo último prazo de afastamento venceu na segunda-feira.

Em comunicado aos funcionários, a empresa afirma que o Programa Transpetro de Prevenção da Corrupção (PTPC) é um desdobramento do programa similar criado pela Petrobras, que está a cargo do novo diretor de Governança, Risco e Conformidade da estatal, João Adalberto Elek Júnior.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave