Político do estado de Nova York é detido por acusações de corrupção

O proeminente político democrata é acusado de cinco crimes por corrupção pública desde 2000 até a atualidade

iG Minas Gerais | AFP |

Um dos mais altos responsáveis políticos do estado de Nova York, o presidente democrata da assembleia legislativa, Sheldon Silver, foi detido nesta quinta-feira acusado de crimes de corrupção, indicou o FBI e a promotoria federal americana.

Silver, de 70 anos e que preside a câmara baixa legislativa de Nova York desde 1994, se apresentou por si só na sede do FBI (escritório federal de investigações) no sul de Manhattan e "foi preso", assinalou o detetive Peter Donald à AFP.

O proeminente político democrata é acusado de cinco crimes por corrupção pública desde 2000 até a atualidade, segundo a ata da acusação divulgada pelo escritório fiscal federal do distrito sul de Manhattan, Preet Bhara.

"A investigação até a data revelou que Sheldon Silver, o acusado, recebeu mais de 6 milhões de dólares de dois escritórios de advocacia desde o final de 2002", completa o documento.

Segundo a denúncia, 700.000 dólares correspondem a subornos de promotores imobiliários e o restante, US$ 5,3 milhões, são pagamentos não declarados que recebeu do escritório Weitz & Luxenberg, a maioria por serviços que nunca prestou.

De acordo com o jornal The New York Times, a investigação contra Silver começou logo que o governador democrata de Nova York, Andrew Cuomo, fechasse no ano passado de maneira repentina uma comissão anticorrupção que havia criado em 2013, decisão que lhe rendeu muitas críticas na ocasião.

Cuomo, à frente do estado desde 2010, foi reeleito para o cargo em novembro passado.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave