Atletas da base do América esperam ter chance no profissional

Técnico Givanildo Oliveira destaca que vai jogar quem merecer a vaga

iG Minas Gerais | ANTÔNIO ANDERSON |

DANIEL IGLESIAS/O TEMPO
undefined

Com boa atuação no jogo-treino contra o Villa Nova, os jogadores promovidos da categoria de base para o profissional do América estão na expectativa de ter uma chance com o técnico Givanildo Oliveira para a disputa do Campeonato Mineiro. “O jogador de base é aproveitado quando merece. Se ele merecer, vai jogar. Se tiver no nosso grupo seis atletas que subiram agora da base merecendo a titularidade, eles serão titulares”, disse Givanildo Oliveira.

O treinador americano lembrou o ano de 1997, quando o América conquistou a Série B do Campeonato Brasileiro, para destacar a importância de atletas formados na base. “Naquele ano, revelamos Gilberto Silva, Irênio, Evanílson, Fabricio, Paulo e Tércio, só para lembrar alguns nomes. Mais recentemente teve Patrick, Bryan e Kaio. Os garotos estarão no grupo e claro que vão jogar”, declarou Givanildo Oliveira.

Dos atletas que subiram da base, o zagueiro Messias, os meio-campistas Xavier e Renato Silva, os volantes David Silva e Luís Felipe, o lateral-direito Patrick e os atacantes Bruno Sávio e Rubens tiveram a oportunidade de atuar contra o Villa Nova. Neste sábado, quando está previsto um jogo-treino contra o Araxá, no CT Lanna Drumond, eles esperam ter mais uma oportunidade de atuar e mostrar que têm condições de ajudar a equipe no Estadual.

Leia tudo sobre: atletasbaseprofissionalaméricagivanildo oliveirajogo-treinoaraxávilla nova