Empresário não sabe mais o que fazer para não ser assaltado em Pompéu

Supermercado foi roubado na manhã desta terça-feira, somando a terceira vez, em menos de um mês; um funcionário do local foi baleado

iG Minas Gerais | Fernanda Viegas |

Dupla ainda não foi localizada
Reprodução
Dupla ainda não foi localizada

Um empresário de Pompéu, na região Central de Minas Gerais, não aguenta mais a violência na cidade e clama por segurança. Na manhã desta terça-feira (22), pela terceira vez em menos de um mês, o supermercado dele foi assaltado. “Sou varejista há mais de 30 anos e nunca estive tão desanimado e com medo”, desabafa Renato Magela de Oliveira, 42.

Por volta das 7h desta terça, dois homens usando capacetes chegaram ao estabelecimento, na rua João Machado, no centro, em uma moto e logo partiram para cima do segurança, um senhor de 63 anos. Os suspeitos agrediram o idoso com socos, quebrando dentes, e atiraram na coxa direita dele.

A dupla ainda abordou Oliveira, que estava em um dos caixas, e levou R$ 313. Eles fugiram e até o momento, não foram localizados, segundo a Polícia Militar (PM). A vítima foi encaminhada para um pronto-atendimento e não corre risco de morrer. No momento do crime, quatro funcionários trabalhavam no estabelecimento.

Assista o vídeo da ação dos suspeito:

O empresário já não sabe mais o que fazer para inibir a ação de bandidos. No local já há câmeras de segurança e o vigia ferido foi contratado após a segunda vez que o local foi assaltado. “A quem recorrer? Não tem mais o que fazer”, reclama Oliveira.

Em um dos roubos, os bandidos sequestraram um dos entregadores do supermercado.

Leia tudo sobre: assaltorouboempresáriosupermercado