Falta de confiança deve afetar investimentos no Brasil, diz FMI

Nesta semana, o fundo reduziu significativamente as projeções de expansão da economia brasileira para 2015, de 1,4% para 0,3%

iG Minas Gerais | Folhapress |


Setores que consomem mais luz reduzem turnos e sua  produção
ALEX DE JESUS/O TEMPO
Setores que consomem mais luz reduzem turnos e sua produção

Os países da América do Sul sofrem com o declínio anual dos investimentos desde 2010, e a previsão é que esses números tenham novamente redução neste ano, afirmou o diretor para o Hemisfério Ocidental do FMI (Fundo Monetário Internacional), Alejandro Werner.

De acordo com ele, o Brasil é um exemplo significativo do problema. "A confiança do setor privado tem permanecido teimosamente baixa mesmo depois que as incertezas relacionadas às eleições [presidenciais em 2014] se dissiparam", disse nesta quarta-feira (21). "A atividade econômica está anêmica."

Nesta semana, o fundo reduziu significativamente as projeções de expansão da economia brasileira para 2015, de 1,4% para 0,3%. Para 2016, a perspectiva é melhor, de 1,5% de crescimento, mas menor que os 2,2% previstos no último estudo do organismo, lançado em outubro.

"Considerando que o Brasil teve seu pior ano de crescimento econômico em anos, não é surpreendente que a confiança esteja em nível histórico de baixa. A incerteza das políticas micro e macroeconômicas contribui para isso", afirmou Werner em entrevista coletiva em Washington.

Para ele, no entanto, o compromisso das autoridades brasileiras com o ajuste fiscal e a redução da inflação deve ajudar a recuperar os índices.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave