Ministro diz que Dilma pediu cuidado com o futebol feminino

A Fifa apresentou nesta quarta-feira (21) detalhes da Copa do Mundo feminina de futebol, que acontecerá em junho, no Canadá

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

George Hilton
George Hilton

Com a presença do ministro do Esporte, George Hilton, a Fifa apresentou nesta quarta-feira (21) detalhes da Copa do Mundo feminina de futebol, que acontecerá em junho, no Canadá.

O evento ocorreu na sede da Federação Paulista de Futebol e fez parte do programa tour da taça do torneio, que passará por 23 países antes de chegar ao Canadá, em junho.

"Um dos principais pedidos da presidenta Dilma quando me nomeou foi o cuidado com o desenvolvimento com o futebol feminino. Estamos trabalhando e em Foz do Iguaçu já está sendo criado um CT para as mulheres", disse Hilton.

No discurso dos membros da Fifa e até da CBF ficou mais claro a preocupação com o futebol feminino no Brasil. O diretor de desenvolvimento da Fifa, Thierry Regenass, disse que o Brasil precisa de mais torneios organizados.

"Para que as meninas não joguem apenas nas ruas, por exemplo", disse Regenass.

Oswaldo Alvarez, o Vadão, técnico da seleção brasileira feminina, comemorou a criação da seleção feminina permanente, mas pediu mais apoio de empresas e entidades públicas ao esporte. "As meninas precisam jogar. É preciso apoio de todos, prefeituras, empresas, para a criação e manutenção de times", disse Vadão.