Moradores denunciam falta de água em Igarapé e pedem posição da Copasa

Assim como aconteceu no segundo semestre de 2014, a população relata passar dias sem água encanada em vários bairros da cidade

iG Minas Gerais | Camila Kifer |

Alguns bairros de Igarapé, na região Central de Minas Gerais, voltaram a sofrer com a seca no início deste ano. Assim como aconteceu no segundo semestre de 2014, a população relata passar dias sem água encanada.

Alguns moradores entraram em contato com a reportagem de O TEMPO novamente e denunciam a falta no abastecimento no município desde os primeiros dias de janeiro. Um morador da rua Pitangui, no bairro União, em Igarapé, que preferiu o anonimato, explica que o bairro em que mora está passando por um racionamento velado. "A Copasa não quer admitir, só fala que está fazendo um manejo de água na cidade", explicou

"Nos ajudamos como dá. As vezes colaboramos com os nosso vizinhos dando água para que eles consigam fazer comida, já que alguns não possuem caixa em casa", relatou.

Para a população, a falta de informação é o que mais preocupa. "Não sei se a Copasa está tranquila e não há possibilidade de passarmos por um racionamento maior. Ou se a empresa está deixando a situação se agravar e não quer falar. Em São Paulo, a companhia que gerencia o abastecimento sempre vai até a imprensa e explica o nível dos reservatórios e a necessidade de economiza. Aqui, sentimos a falta de clareza da Copasa", encerrou o morador.

No bairro Madre Liliane, uma moradora de 40 anos relata o mesmo problema. Segundo ela, essa semana, por duas veze, não houve o fornecimento da água. "Lá em casa somos muitos e só temos uma caixa (d'água). Temos que economizar bastante para dar para todo mundo", contou.

A Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) já foi procurada pela reportagem, mas ainda não se posicionou sobre o assunto.

Leia tudo sobre: falta de águaCopasa