Cinco civis mortos em reduto separatista do leste da Ucrânia

Ministros russo, alemão e francês se reunem nesta quarta-feira (21) em Berlim para discutirem sobre nova escalada de confronto militar

iG Minas Gerais | AFP |

O Exército ucraniano e os rebeldes pró-Rússia combatem há meses pelo controle do aeroporto de Donetsk AFP PHOTO/ ANATOLII STEPANOV
AFP
O Exército ucraniano e os rebeldes pró-Rússia combatem há meses pelo controle do aeroporto de Donetsk AFP PHOTO/ ANATOLII STEPANOV

Cinco civis morreram e outros 29 ficaram feridos na terça-feira (20) à noite em bombardeios na cidade de Donetsk, no leste separatista da Ucrânia, anunciaram nesta quarta-feira as autoridades locais.

"Os bombardeios continuaram esta noite. Cinco civis foram mortos e 29 ficaram feridos. Às 09H30 (04H30 de Brasília) as ações militares continuavam e disparos de artilharia pesada ressoavam em toda parte", afirmaram as autoridades do reduto separatista pró-russo em um comunicado.

Os combates se intensificaram nos últimos dez dias e na terça-feira (20) o exército ucraniano alegou ter sido atacado por soldados russos perto de Lugansk, outra região separatista pró-russa perto de Donetsk.

São as primeiras acusações deste tipo desde a assinatura dos acordos de Minsk, em setembro.

Os ministros das Relações Exteriores ucraniano, russo, alemão e francês se reunirão nesta quarta-feira (21) à noite em Berlim para "prevenir uma nova escalada do confronto militar e uma nova escalada política entre Kiev e Moscou", indicou o chefe da diplomacia alemã, Frank-Walter Steinmeier.

Diante "da deterioração da situação", o presidente ucraniano Petro Poroshenko retorna a seu país esta tarde após uma intervenção no Fórum Econômico Mundial, em Davos (Suíça).  

Leia tudo sobre: Ucrânia; Donetsk;