Sucesso do Carnaval depende de parceria

Na avaliação de Renata Chamilet, uma das fundadoras do Baianas Ozadas, a capital ainda está absorvendo a nova realidade, e destaca que os blocos não podem dar conta de tudo

iG Minas Gerais | bernardo miranda |

Um pensamento comum entre os integrantes dos blocos de rua é que os organizadores são apenas uma das pontas do Carnaval e que para o sucesso da festa tem que haver parceria entre poder público, com a oferta de estrutura, e foliões, com educação e respeito ao espaço público.

Na avaliação de Renata Chamilet, uma das fundadoras do Baianas Ozadas, a capital ainda está absorvendo a nova realidade, e destaca que os blocos não podem dar conta de tudo. “Os foliões e o poder público têm que compreender o seu papel para garantir que a folia seja saudável. Se hoje o Carnaval de Belo Horizonte existe é em função das pessoas que idealizaram os blocos, que investem tempo e dinheiro com objetivo de fazer a festa, pois não somos voltados para retorno econômico”, diz.

Ela defende que a prefeitura da capital antecipe a preparação da festa, para que o pré-Carnaval também receba a devida estrutura. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave