Sada Cruzeiro UNIFEMM é apresentado e parte em busca de título inédito

Time chegou, no ano passado, na semifinal da Superliga B e conta com elenco de qualidade para superar campanha anterior

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

Sada Cruzeiro deu muito trabalho para os adversários na primeira edição da Superliga B
RENATO ARAÚJO - SADA CRUZEIRO - DIVULGAÇÃO
Sada Cruzeiro deu muito trabalho para os adversários na primeira edição da Superliga B

As ambições são altas, apesar de um elenco jovem. Pensando grande, o Sada Cruzeiro-UNIFEMM foi oficialmente apresentado na tarde desta terça-feira, no ginásio da universidade que leva o nome do time, em Sete Lagoas. Depois de chegar na semifinal da Superliga B no ano passado, a meta para este ano é repetir a boa campanha.

“Quando os jogadores vestem essa camisa, precisam saber que as expectativas serão altas. O time se conhece bem, joga junto já alguns anos e esse entrosamento vai ajudar. Mas eles certamente serão bastante exigidos em outros aspectos e já mostraram que estão prontos para esta competição”, analisa o técnico Henrique Furtado.

No elenco, vários jogadores que integram as seleções brasileiras de base. Caso do oposto Alan, dos pontas Leozinho e Rodriguinho, do levantador Lucas Salim e do central Éder Levi, capitão do time. Todos eles já tiveram passagem pela equipe adulta, atual campeã da Superliga.

O fato da maioria dos atletas ainda terem idade para as categorias infanto e juvenil reforça a ideia de dar rodagem para quem está próximo de marcar presença na categoria principal.

“Formamos um time para ganhar. Temos jovens promessas que estarão na seleção principal daqui a alguns anos. Vamos mostrar porque temos um dos melhores trabalhos de base do país. Estes atletas precisam de oportunidades, de jogar e treinar de forma seguida, para terem a chance real de virarem grandes profissionais. Eles já provaram isso e estão tendo mais uma chance”, aponta Flávio Pereira, diretor esportivo do Sada Cruzeiro.

Formato. A Superliga B conta com oito times, que se enfrentam em turno único. Todos estão garantidos na próxima fase, buscando a melhor classificação possível para ter menos trabalho na sequência da competição. Além do Sada Cruzeiro, o Unincor-Três Corações é o outro representante do Estado. A estreia do time de Belo Horizonte acontece no dia 24, em casa, contra o Foz do Iguaçu Vôlei-PR. O torneio dá uma vaga na elite do vôlei nacional na temporada 2015/2016. Sada Cruzeiro e Sesi-SP, por já terem representantes na Superliga, não ganham a vaga em caso de título.

Leia tudo sobre: superliga bsada cruzeirovoleitreino