Surfista não resiste à quarta cirurgia e morre em Santa Catarina

Ricardo dos Santos estava internado na UTI do Hospital Regional de São José e precisou passar por uma nova intervenção cirúrgica após uma hemorragia

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Ricardinho levou três tiros entre o tórax e abdômen, na última segunda-feira (19/01),  em frente a sua casa na praia de Guarda do Embaú, em Palhoça, Santa Catarina
Divulgação/ Facebook
Ricardinho levou três tiros entre o tórax e abdômen, na última segunda-feira (19/01), em frente a sua casa na praia de Guarda do Embaú, em Palhoça, Santa Catarina

O surfista Ricardo dos Santos, de 24 anos, baleado na última segunda-feira, na praia de Guarda do Embaú, em Palhoça, Santa Catarina, não resistiu à quarta cirurgia e faleceu nesta terça-feira. Ricardinho estava internado na UTI do Hospital Regional de São José e precisou passar por uma nova intervenção cirúrgica na manhã desta terça, após o surgimento de uma hemorragia, mas teve uma parada cardíaca e não resistiu. 

Esta era a quarta cirurgia do jovem surfista, que levou três tiros entre o tórax e o abdômen, na última segunda-feira (19/01),  em frente a sua casa na praia de Guarda do Embaú. O suspeito do crime é o policial militar, Luiz Brentano, que teria atirado no atleta, após uma discussão e foi preso em flagrante.

Parentes e amigos do surfista, incluindo o campeão Mundial da categoria, Gabriel Medina, fizeram campanha nas redes sociais pedindo doações de sangue para o atleta. Entretanto, Ricardinho não resistiu aos ferimentos e faleceu nesta terça.   

Leia tudo sobre: ricardo dos santossurfistabaleadosanta catarina