Professores e pais protestam novamente contra fechamento de escola

A manifestação aconteceu durante amanhã e a comunidade está decidida a impedir o fechamento da escola; prefeitura diz que o prédio está em área de risco

iG Minas Gerais | JULIANA BAETA |

Na manhã desta terça-feira (20), funcionários, professores e pais de alunos da escola de educação infantil Maria da Glória Lommez, na Pedreira Prado Lopes,  no bairro Santo André, região Noroeste de Belo Horizonte, fizeram uma nova manifestação contra o fechamento da escola. Segundo a prefeitura, o local terá que ser fechado porque está em uma área de risco. A manifestação terminou no fim da manhã e não houve transtornos, segundo a Polícia Militar.

De acordo com uma moradora da comunidade, Poliana Rezende, de 30 anos, os funcionários estão com medo de perder o emprego, já que a nova escola para onde os alunos da Maria da Glória Lommez iriam, tem uma outra administração. "Nas férias eles resolveram isso, a prefeitura tem condições de fazer um estudo e reformar a Maria da Glória para que não haja risco. Os alunos poderiam ser remanejados durante o período da reforma, e não permanentemente. O prédio para onde eles estão mandando os alunos não tem estrutura", disse.

Os manifestantes querem que ao invés de fechada, a escola, que já tem mais de 30 anos de existência, seja reformada.

De acordo com a Secretaria de Educação, uma carta foi enviada para os pais do aluno. O motivo do fechamento é que em novembro passado uma grande pedra caiu no pátio da escola, localizada na encosta da pedreira. "Após várias vistorias dos órgãos especializado, a secretaria foi orientada a interditar a área até que nossos trabalhos possam garantir a tranquila permanência naquele espaço escolar", disse a carta enviada neste mês aos moradores da comunidade.

Desta forma, os alunos da Maria da Glória Lommez irão ser remanejados para a escola José Diogo de Almeida Magalhães, localizada também na Pedreira Prado Lopes, que será adaptada para atender a educação infantil. Os alunos de ensino fundamental matriculados na José Diogo, deverão ser remanejados para a Escola Belo Horizonte, localizada a algumas quadras da Pedreira.