Suspeitos de cumplicidade em atentados estão à disposição da justiça

Quatro homens com idade entre 22 e 28 anos estão entre os detidos pela polícia francesa, na últimas sexta-feira (16); eles serão interrogados sobre eventual apoio aos autores dos ataques

iG Minas Gerais | AFP |

AFP PHOTO / PHILIPPE DUPEYRAT
undefined
Quatro homens com idade entre 22 e 28 anos, suspeitos de cumplicidade com os autores dos atentados em Paris, que causaram 17 mortes, estão nesta terça-feira (20) à disposição da justiça, anunciou o procurador da República em um comunicado.

Os quatro fazem parte das doze pessoas detidas na madrugada da última sexta-feira (16) na região de Paris para serem interrogadas sobre um eventual apoio logístico, em especial o fornecimento de armas e veículos, a Amedy Coulibaly, que matou um agente municipal em 8 de janeiro no sul da capital francesa e quatro judeus em um supermercado kosher, antes de morrer baleado pela polícia.

Nesta terça (20) "serão apresentados aos juízes de instrução" para serem "acusados", indicou o promotor de Paris.

A investigação diz respeito à cumplicidade, direta ou indireta, que tiveram com Coulibaly e os irmãos Cherif e Said Kouchi, que mataram 12 pessoas no ataque contra o jornal satírico 'Charlie Hebdo' em 7 de janeiro.

Os irmãos Kouachi morreram em um confronto com a polícia em uma cidade perto de Paris, onde fizeram uma pessoa refém.

Um total de oito homens e quatro mulheres, com idades entre 19 e 47, foram presos no último fim de semana na região de Paris.

Três mulheres foram libertadas no sábado, e na segunda-feira à noite a quarta mulher e quatro homens foram libertados, segundo a promotoria.

A polícia chegou a esses suspeitos a partir de traços de DNA e escutas telefônicas.