Gasto com diárias sobe 52%

Vereadores consumiram R$ 215 mil em 2013, e benefício subiu para R$ 328 mil em 2014

iG Minas Gerais | Lucas Pavanelli |

Vereador Juarez Camilo foi campeão de gastos em Santa Bárbara
Vereador Juarez Camilo foi campeão de gastos em Santa Bárbara

A Câmara Municipal de Santa Bárbara, cidade da região Centro-Oeste de Minas, gastou R$ 328,9 mil apenas com diárias de viagens para vereadores e servidores municipais no ano passado. O montante equivale a quase 10% de toda a despesa executada pelo Legislativo municipal no mesmo período.

Em 2013, O TEMPO revelou que os gastos com as diárias dos 11 vereadores de Santa Bárbara foram de R$ 215,3 mil, ou seja, o montante despendido aumentou em 52% entre um ano e outro. Portanto, em apenas 24 meses, a Câmara do município gastou mais de R$ 580 mil somente com ressarcimento de diárias pagas aos vereadores. Houve gastos até mesmo em janeiro, mês de recesso parlamentar e em que não há atividades na Casa. Em 2014, o gasto no primeiro mês do ano somente com as diárias dos 11 vereadores foi de R$ 20,8 mil. Em 2013, o montante havia sido de R$ 18 mil. O então presidente da Casa, Juarez Camilo Carlos (PSDB), foi responsável por consumir a maior parte dos valores: R$ 60,2 mil – uma média mensal que supera os R$ 5.000. Somados, os outros dez vereadores pediram ressarcimento de R$ 190 mil. Adriana Patrocínio, conhecida com Xuxa (PDT), gastou R$ 38,5 mil – uma média de R$ 3.200 por mês. No ranking dos que mais gastaram com as diárias estão Luiz Fernando Hosken Fonseca (PPS), com R$ 31.250; Geraldo Magela Ferreira (DEM), com R$ 29.350; e Anderson Pereira, que gastou R$ 28,9 mil. A reportagem entrou em contato com o atual presidente da Câmara, Dedé Ramos (PTdoB) – que assumiu o cargo neste ano – para saber os motivos dos gastos. De acordo com um assessor, o vereador estaria em reunião com o prefeito da cidade e não poderia responder aos questionamentos nesta segunda. O presidente da Câmara de Santa Bárbara gastou R$ 23.750. Campanha. Coincidência ou não, os meses reservados para a campanha eleitoral no ano passado – agosto, setembro e outubro – foram responsáveis pelo estouro no pagamento de diárias aos vereadores de Santa Bárbara. Somente nesses três meses os gastos chegaram a R$ 47.250 com os servidores da Câmara. No restante do ano, os funcionários públicos da Casa utilizaram mais R$ 30,1 mil em diárias. Os vereadores também abusaram dos pagamentos nesse período. Em outubro, mês de votação, os ressarcimentos estouraram os R$ 20 mil. Em setembro, a rubrica custou R$ 18,9 mil e, em setembro, R$ 16 mil. Os extratos das despesas da Câmara Municipal aos quais a reportagem teve acesso não detalham quais foram os destinos preferidos pelos vereadores. Orçamento. Com o aumento nos gastos com as diárias, as despesas da Casa Legislativa estouraram a previsão inicial de R$ 3,5 milhões para o ano. A Câmara extrapolou o valor em R$ 65 mil e fechou o ano passado no vermelho.

Comparação Gastos com diárias 2013. R$ 215.300 2014. R$ 328.900 Diárias do presidente da Câmara 2013. R$ 39,5 mil 2014. R$ 60,2 mil Despesas em janeiro 2013. R$ 18 mil 2014. R$ 21.300 Quem menos gastou 2013. Camilo Xavier (PV) R$ 3.600 2014. Camilo Xavier (PV) R$ 1.700 Ranking das despesas em 2014 1 -Juarez Camilo (PSDB) R$ 60.200 2 - Adriana Patrocínio (PDT) R$ 38.500 3 - Luis Fernando Hosken (PPS) R$ 31.200 4 - Geraldo Ferreira (DEM) R$ 29.300 5 - Anderson Pereira (PRB) R$ 28.900

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave