Reality show investe na diversidade social

Atração estreia nesta terça já com novo participante, após desistência de Rogério Alves

iG Minas Gerais |


Pedro Bial conta que nova edição terá mais representatividade
Globo
Pedro Bial conta que nova edição terá mais representatividade

São Paulo. A partir desta terça o público acompanha os competidores do “Big Brother Brasil 15” (Globo), que estreia após “Império”. Deve haver mudanças nas regras, mas a Globo vem mantendo tudo em sigilo. A emissora adiantou apenas que provas de outras edições voltarão.

Além disso, agora, os líderes poderão seguir no posto por mais de uma semana seguida e ganharão R$ 10 mil a cada reinado. A direção garantiu que haverá menos interferência externa.

Já haviam sido anunciados 13 competidores, mas o bailarino Rogério Alves, de Recife, desistiu. Ele foi substituído pelo teólogo Marco Marcon, 35, de Curitiba. Uma 14ª “sister” ainda se juntará ao grupo após disputar a vaga com outra pretendente. “Os participantes são a cara do Brasil. São pessoas com quem os telespectadores se identificarão”, defende o apresentador Pedro Bial.

Saem de cena os modelos bombados, e ocupam a casa pessoas com perfis variados. “Não é uma questão de cotas, mas de representatividade. Temos competidores com mais de 40 anos”, diz Bial.

Participantes

Adrilles Jorge, 40, de Belo Horizonte (MG)

Amanda Djehdian, 28, de São Paulo (SP)

Angélica Ramos, 33,

de Embu das Artes (SP)

Mariza Moreira, 51, de Recife (PE)

Cézar Lima, 30, de Guarapuava (PR)

Douglas Ferreira, 29, de São Paulo (SP)

Fernando Medeiros, 32, do Rio de Janeiro (RJ)

Francieli Medeiros, 36, de Porto Alegre (RS)

Luan Patricio, 23, de Mesquita (RJ)

Marco Marcon, 35, de Curitiba (PR)

Rafael Licks, 21, de Vitória (ES)

Talita Araújo, 22, de Goiânia (GO)

Tamires Peloso, 24, de São Paulo (SP)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave