'Herança maldita' assusta o país, diz Aécio em texto

Em um texto intitulado "Onde está a presidente?", o tucano diz que faltam à presidente Dilma "responsabilidade e coragem" para assumir as medidas impopulares que vem sendo adotadas pelo governo

iG Minas Gerais | Folhapress |

'Herança maldita' assusta o país, diz Aécio em texto com críticas a Dilma
Crédito: George Gianni / Divulg
'Herança maldita' assusta o país, diz Aécio em texto com críticas a Dilma

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) divulgou na noite desta segunda-feira (19) uma nota com duras críticas à presidente Dilma Rousseff. Em um texto intitulado "Onde está a presidente?", o tucano diz que o "tamanho da herança maldita" deixada pelo primeiro mandato da petista assusta o país e que, neste momento, faltam à ela "responsabilidade e coragem" para assumir as medidas impopulares que vem sendo adotadas pelo governo.

Aécio, derrotado por Dilma na última eleição presidencial, relaciona "apagão, racionamento de energia, aumento de impostos e cortes de direitos trabalhistas" como resultados de erros da primeira administração da presidente reeleita e diz que a população foi enganada por ela durante a campanha.

"Os erros do governo do PT não podem mais ser 'escondidos embaixo do tapete' e a conta de todos esses erros será, injustamente, paga pela população", diz o senador. O tucano afirma que "focada apenas em vencer as eleições", Dilma "adiou medidas necessárias" e que por isso, o quadro se agravou.

"Hoje, falta à presidente coragem para olhar nos olhos dos brasileiros e reconhecer que está fazendo tudo o que se comprometeu a não fazer", critica. Aécio diz ainda que a presidente tem se omitido "no momento do anúncio de medidas que afetarão gravemente a vida do nosso povo" e que, com isso, parece querer "terceirizar responsabilidades que são essencialmente dela".

Nesta segunda, o ministro da Fazenda Joaquim Levy deu publicidade a uma série de medidas de ajuste fiscal, entre elas aumento de impostos e do preço da gasolina. "A pergunta que milhões de brasileiros se fazem hoje é : Onde está a presidente?", diz o tucano no fim do texto.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave