George Hilton mostra desconhecimento

Em entrevista, ministro não aprofunda temas sobre esportes

iG Minas Gerais |

George Hilton diz que não vai nomear nomes da Igreja Universal
MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL
George Hilton diz que não vai nomear nomes da Igreja Universal

Brasília. O novo ministro do Esporte pode não entender profundamente de esporte, mas recorre à política para responder sobre o assunto. De preferência, sem ter que adotar uma posição comprometedora. O comportamento ficou claro na entrevista que concedeu ao portal UOL.

Hilton evitou se aprofundar nas respostas, tanto em questões simples como em opiniões pessoais ou posicionamento político. Ele consegue ser a favor do Campeonato Brasileiro por pontos corridos, ao mesmo tempo que demonstra seu apoio ao mata-mata. Quando perguntado, por exemplo, sobre alguma história do esporte olímpico brasileiro que guardava na memória como torcedor, Hilton não citou um único caso de conquista.

Nascido há 43 anos em Alagoinhas, na Bahia, mora em Minas Gerais há 27 anos e se diz torcedor do Cruzeiro. Em 40 minutos de entrevista, não citou uma única vez Deus ou Jesus, apesar de ser pastor da Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd). Nem faz planos de contar com membros da Iurd em sua equipe.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave