Medina recebe medalha e já tem ida marcada para treinos no Havaí

Antes, porém, o surfista fará uma preparação física em Maresias, na cidade de São Sebastião, litoral norte de São Paulo

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Gabriel Medina conquistou feito histórico, aos 20 anos de idade, no Havaí
Divulgação
Gabriel Medina conquistou feito histórico, aos 20 anos de idade, no Havaí

Depois de um mês de férias, o paulista Gabriel Medina, 21, primeiro brasileiro campeão mundial de surfe, vai viajar no dia 7 de fevereiro para o Havaí para intensificar os seus treinos visando o início da temporada 2015 do campeonato.

O Estado americano possui algumas das melhores praias no mundo para a prática do surfe. Em Pipeline, por exemplo, sede da última etapa do Mundial e que consagrou Medina em 2014, as ondas têm em média 11 pés (3,35 metros) em fevereiro, quando é inverno no local.

Antes, porém, o surfista fará uma preparação física em Maresias, na cidade de São Sebastião, litoral norte de São Paulo. Os trabalhos começam já nesta segunda-feira.

"A preparação física será forte e se inicia agora. Vamos repetir a preparação da temporada passada e tentar aprimorar", disse Charles, o padrasto e técnico de Medina.

A primeira etapa do Mundial acontece em Gold Coast, na Austrália, entre os dias 28 de fevereiro e 11 de março. Do Havaí, Medina já vai direto para o local da disputa.

"Era difícil chegar [ao título mundial] e agora será ainda mais difícil se manter. Ser o cara a ser batido é uma responsabilidade a mais", disse o surfista.

HOMENAGEM

Medina foi homenageado nesta segunda-feira pelo governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, no Palácio dos Bandeirantes.

Ao lado dos pais, o surfista recebeu de Alckmin a medalha do mérito esportivo, que tem o objetivo de homenagear esportistas nacionais ou estrangeiros que contribuíram para o engrandecimento do esporte.

"É uma medalha muito importante, poucos atletas a receberam, e ainda mais vindo do governador. Eu sou de São Paulo e agora faço parte disso também. É uma honra estar aqui. A ficha está caindo aos poucos", disse Medina, que nasceu na cidade de São Paulo, mas foi criado em Maresias.

"São Paulo tem tradição de bons esportistas, como Maria Esther Bueno no tênis e Ayrton Senna no automobilismo. Na extensa lista de craques que horam São Paulo somou-se no ano passado o nome de Medina. É uma justíssima homenagem a ele", disse o governador.

Além de dar a medalha para o atleta, Alckmin assinou ainda o documento que insere a etapa Prime de surfe de Maresias no calendário oficial esportivo de São Paulo.

O campeonato, que faz parte da divisão de acesso à elite do surfe, deve acontecer em julho deste ano, segundo informações da ASP (Associação dos Surfistas Profissionais). Em 2014, Medina chegou a participar do evento, mas foi eliminado na repescagem da terceira fase.

Leia tudo sobre: gabriel medinasurfehavaisao paulopre-temporada