Nova edição do “BBB” estreia nesta terça-feira

Neste ano, a 15° edição do programa terá participantes de perfis variados, além de alterações nas regras mantidas em sigilo pela emissora global

iG Minas Gerais | Folhapress |

Divulgação
undefined

A partir da próxima terça-feira (20) o público acompanhará os competidores do "Big Brother Brasil 15" (Globo), que estreia após "Império". Deve haver mudanças nas regras, mas a Globo vem mantendo tudo em sigilo. A emissora adiantou apenas que provas de outras edições voltarão.

Além disso, agora, os líderes poderão seguir no posto por mais de uma semana seguida e ganharão R$ 10 mil a cada reinado. A direção garantiu, ainda, que haverá menos interferência externa.

Já haviam sido anunciados 13 competidores, mas o bailarino Rogério Alves, de Recife, desistiu no domingo. Ele foi substituído pelo teólogo Marco Marcon, 35 anos, de Curitiba. Uma 14ª "sister" ainda se juntará ao grupo após disputar a vaga com outra pretendente.

"Os participantes são a cara do Brasil. São pessoas com quem os telespectadores se identificarão", defende o apresentador Pedro Bial.

Saem de cena os modelos bombados e ocupam a casa pessoas com perfis variados. "Não é uma questão de cotas, mas de representatividade. Temos competidores com mais de 40 anos", diz Bial. Embora destaque que os jovens sejam resistentes aos mais velhos, o jornalista avalia: "Quando entram na casa, eles surpreendem".