Garotos são executados em Betim após troca de ofensas pelo Facebook

Há um mês, vítimas de 16 e 17 anos se envolveram em uma briga em um baile funk; no bairro Capelinha, um homem foi morto com sete tiros

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

A Polícia Militar de Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte, está à procura de atiradores que assassinaram dois adolescentes, na madrugada desta segunda-feira (19), no bairro Jardim das Alterosas 2ª Seção. Os crimes aconteceram depois de trocas de ofensas entre vítimas e autores pelo Facebook.

Segundo o boletim de ocorrência da Polícia Militar, populares contaram que Gabriel Gonçalves da Silva, de 16 anos, e Gustavo Henrique de Souza Arruda, de 17, estavam na rua Borboletas na companhia de outro garoto quando um carro de passeio de cor vermelha passou em alta velocidade e os ocupantes começaram a disparar.

Silva foi baleado três vezes no rosto, costas e tórax. Já Silva foi atingido duas vezes na nuca e costas. Eles não resistiram aos ferimentos e morreram no local. Por sorte, o terceiro menor não ficou ferido.

Ainda em conversa com militares do 33º Batalhão, alguns moradores contaram que, há cerca de um mês, as vítimas tiveram um desentendimento, por motivo não esclarecido, com homens durante um baile funk no bairro Dom Bosco. Depois disso, os envolvidos na confusão começaram com provocações pela rede social. Além de ofensas, os jovens também faziam ameaças.

Policiais fizeram rastreamento na região, mas ninguém foi preso.

Bairro Capelinha

Também na madrugada desta segunda, Amarildo Severino da Silva, de 28, foi assassinado no bairro Capelinha, na mesma cidade.

O corpo da vítima foi encontrado na rua Imbiruçu com sete perfurações pelo corpo. Não há informações sobre autoria e motivação do homicídio. Após os trabalhos da perícia, o corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) do município.

A ocorrência foi encerrada na Delegacia de Plantão de Betim.