Médico de Las Vegas inventa soro capaz de eliminar a ressaca

Em casa, chás, gengibre e suco verde podem ser bons aliados

iG Minas Gerais | Raquel Sodré |

Receita milagrosa. Jason Burke elaborou um soro que é aplicado em pacientes que beberam demais na noite anterior
JOHN GURZINSKI
Receita milagrosa. Jason Burke elaborou um soro que é aplicado em pacientes que beberam demais na noite anterior

Quando se passa da conta na bebida e bate “aquela” ressaca, tudo o que se quer é um remédio mágico que faça tudo parar. Pois nos Estados Unidos um médico garante ter encontrado essa fórmula. O anestesista Jason Burke, de Las Vegas, elaborou um soro que ele aplica em pacientes que beberam demais na noite anterior.

“Todas as substâncias (do tratamento) são importantes para curar adequadamente a ressaca. Usamos vitaminas do complexo B, antioxidantes, medicamentos contra enjoo e dor de cabeça”, explica ele, que desenvolveu o soro observando pacientes no pós-operatório. “Percebi que a medicação que eu usava para os sintomas deles funcionaria bem para ressacas. Então, encontrei um grupo de voluntários para experimentar o tratamento, e todos eles me reportaram que era ótimo”, revela. Para receber a cura da ressaca, o paciente só não pode ter medo de agulhas, pois o soro é administrado via intravenosa. Não é o caso da estudante de direito Paula Lacerda do Couto, 24. Ela, que contou ter tido uma ressaca brava no último domingo, não se submeteria tão facilmente ao tratamento. “Eu tenho muito medo de injeção. Só (tomaria) em último caso e se eu tivesse algo importante para fazer”, confessa. No dia a dia, ela costuma rebater suas ressacas tomando água de coco, isotônicos e medicamentos para dor de cabeça e enjoo – tudo via oral. Segundo a nutricionista Mariana Nacarato, consultora do Meeting Brasileiro de Nutrição Estética, o caminho é por aí mesmo. “Muitos dos sintomas da ressaca vêm da desidratação. A dor de cabeça, os enjoos e a sede que não passa são alguns exemplos. Assim, a palavra-chave para curá-la é ‘hidratar’”, ensina. Assim, ela recomenda a ingestão de muita água e líquidos em geral. Isotônicos podem ser usados, mas a nutricionista prefere a água de coco, que contém os mesmos sais minerais, mas é natural e não contém essências nem conservantes. Alguns chás, como o de boldo, carqueja, erva-doce e dente-de-leão (a erva medicinal, não a da florzinha branca), também ajudam a eliminar o álcool do organismo. “Mas eles não podem ser adoçados, pois o fígado precisa do estímulo do amargo para fazer o processo”, adverte. O gengibre, segundo ela, é outro santo remédio, pois diminui os enjoos. “Eu aconselho as pessoas a tomar um multivitamínico antes de começar a beber. Também é bom tomar um remédio para dor de cabeça e comer alguma coisa antes de ir dormir”, complementa o médico Jason Burke, especialista em ressaca.

Custa caro Cura. Para ser tratado de ressaca pelo dr. Jason Burke, é necessário pagar de US$ 129 (R$ 337) a US$ 239 (R$ 624). O paciente recebe de 1 l a 1,5 l do soro para ficar bom dos sintomas.

Bom para o dia seguinte à bebedeira Água, água de coco e isotônicos. Ajudam na hidratação e repõem o líquido perdido com o álcool. Chás. Alguns, como o de boldo, carqueja e dente-de-leão, ajudam o fígado a metabolizar o álcool do organismo. Mas não podem ser adoçados. Gengibre. Seja em pó, em raspa, tomado junto com um suco, ou em infusão, ajuda a hidratar e a diminuir os enjoos e a náusea. Suco verde. Feito de couve com alguma fruta, auxilia no processo de desintoxicação e eliminação do álcool.

Flash Radicais livres. Segundo o médico Jason Burke, as reais causas da ressaca são um processo inflamatório e o estresse oxidativo liberados no organismo. Por isso, ele recomenda que se pense em prevenir a ressaca, em vez de curá-la.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave