A evolução principal é a do amor; sem ela, a religião capenga

iG Minas Gerais |

DUKE
undefined

A evolução (do latim “evolutione”) é uma das leis mais importantes da natureza. E é uma das que mais constatamos como uma grande realidade que salta aos nossos olhos. Ela é até uma lei divina, pois, se é uma lei da natureza, é uma lei natural, e se é uma lei natural, ela tem no fundo Deus como seu criador e sustentador. Ela é também de certo modo tal qual a lei de Lavoisier: “Nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”. Há muitos estudiosos da evolução que são contrários a ela, dizendo que ela é materialista, pois seria contrária à doutrina bíblica do criacionismo, que sustenta que o mundo foi criado por Deus. Mas isso não é verdade, já que, como dissemos, ela é até divina. Portanto, nós podemos ser criacionistas e, ao mesmo tempo, seguidores do evolucionismo, aceitando normalmente que o mundo foi criado por Deus e que evolui. É que Ele não criou as coisas já totalmente prontas, mas em estado potencial, isto é, com o germe da transformação, transformação para melhor, o que é a própria evolução. Por exemplo, quando Deus criou o homem, foi com o germe de, um dia, o homem ser capaz de fazer as proezas científicas e tecnológicas avançadas de hoje, no século XXI. Daí a capacidade fantástica que o homem tem atualmente nas áreas da informática, da astronáutica, da medicina etc. O homem chegou a esse nível assombroso de progresso, exatamente, pelo germe da inteligência evolutiva com o qual foi criado e pelo qual vem evoluindo e criando essas proezas científico-tecnológicas ao longo dos séculos. Essa evolução material acontece paralelamente ao progresso espiritual e moral do homem, ou mais precisamente, do seu Eu maior ou personalidade geral, chamada também de personalidade congênita, isto é, do espírito que ele é e habitando, inúmeras vezes, um corpo carnal aqui, no nosso mundo físico, justamente para aperfeiçoar-se, buscando o progresso espiritual e material. Aliás, o ser que mais evolui é justamente o espírito com seu intelecto. É só olharmos para o homem das cavernas e o de hoje, para que constatemos a grande evolução ou o grande progresso intelectual que esse homem de hoje conseguiu em relação ao homem daquele longínquo passado. E, se não houvesse a reencarnação para aqueles espíritos que mais pareciam bichos do que gente, é como se Deus os discriminasse, dando tanto conforto para os homens de hoje e nenhum conforto para aqueles homens primitivos! O progresso espiritual (moral) deveria ser equivalente ao material, mas, geralmente, o material vai mais rápido. Isso porque, primeiramente, temos que ter conhecimento da verdade, para depois optarmos entre ela e o erro. Por isso, o excelso Mestre disse: “Conhecereis a verdade, e ela vos libertará”. Porém existem pessoas, moralmente, muito atrasadas, isso porque são espíritos humanos mais novos. A principal evolução é a do espírito, seja no campo espiritual e moral, seja na área material ou tecnológico-científica. E quando se fala em progresso moral e espiritual, trata-se da evolução ou crescimento da prática do amor cristão, que é o efeito da verdadeira e da mais importante evolução do espírito. E as religiões capengam quando não buscam colocar em primeiro plano o progresso da prática da doutrina cristã, ou seja, do amor a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo, doutrina que, embora com outros nomes, está presente em todas as crenças! Para curtir meu facebook: www.facebook.com/jreischaves

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave