Debaixo de forte calor, Cruzeiro é superado por Londrina em amistoso

Jogando no Paraná, Marcelo Oliveira fez diversos testes, mas não conseguiu bater donos da casa, que fizeram 1 a 0

iG Minas Gerais | Antônio Anderson |

Em seu primeiro amistoso na pré-temporada, o Cruzeiro perdeu de 1 a 0 para o Londrina, no estádio do Café, em partida que marcou a estreia do atacante Leandro Damião com a camisa celeste. O meia Celsinho, cobrando falta, fez o gol do time paranaense sobre a Raposa, que não pôde contar com o lateral-direito Maike e o meia Alisson, vetados por causa de dores musculares.

Depois de dez dias de treinamentos, o Cruzeiro sentiu a falta de um melhor entrosamento dos jogadores. Com Leandro Damião isolado na frente e Everton Ribeiro pouco inspirado na articulação das jogadas, a equipe celeste encontrava dificuldades para armar as jogadas e era envolvida pelo Londrina, que chegava em velocidade ao ataque.

O Londrina chegou a abrir o placar aos 5 min com Bidía, mas o árbitro anulou alegando impedimento do volante. Após os 27 min, depois que a partida foi interrompida para os atletas se reidratarem por causa do forte calor, o Cruzeiro conseguiu melhorar no jogo. Aos 41 min, o meia Everton Ribeiro fez boa jogada individual e tocou para Leandro Damião. O atacante finalizou, mas o goleiro Vitor defendeu.

Mais efetivo no ataque, o Londrina abriu o placar aos 44 min com um gol de falta marcado pelo meia Celsinho. Ele bateu no ângulo esquerdo, sem chances para o goleiro Fábio, que no primeiro tempo foi um dos destaques da equipe celeste com grandes defesas.

O técnico Marcelo Oliveira promoveu mais duas estreias no Cruzeiro para a etapa complementar. Fabiano substituiu Ceará na ala direita e Joel entrou no ataque no lugar de Júnior Baptista. A Raposa voltou melhor para o jogo. Articulando melhor as jogadas ofensivas, a equipe celeste criou boas chances de empatar a partida antes dos primeiros 15 min em finalizações de Leandro Damião e do zagueiro Leo .

O forte calor em Londrina prejudicou o desempenho das equipes, que tentavam cadenciar as jogadas para chegar ao ataque. Para observar o elenco, Marcelo Oliveira tirou Leandro Damião para a entrada de Neílton no Cruzeiro. Com a mudança, a Raposa deixou de ter uma referência de área ficando Joel mais adiantado entre os defensores do Londrina. Com o Cruzeiro se arriscando ao ataque em busca do empate, os paranaense tiveram duas boas chances de ampliar nos contra-ataques, mas desperdiçaram. 

Leia tudo sobre: cruzeiroraposaderrotalondrinaleandro damiãocelsinho