Laerte

iG Minas Gerais |

FERNANDA CARVALHO / O TEMPO
undefined

“‘Charlie’ é uma das revistas de humor mais importantes do mundo, foi uma influência fundamental na minha vida. Tenho o maior respeito por eles. Não tem como fazer um juízo sobre as charges porque não estou na Franca vivendo o contexto sociopolítico deles. Muitas vezes, o humor se agarra ao direito de pairar acima das censuras e das críticas. Mas cuidado com a palavra censura porque eu sou contra isso. O fato é que acho hipócrita o argumento de que os incomodados que procurem a Justiça, por isso é um tema tão delicado. No Brasil, aquela comentarista, a (Raquel) Sheherazade, essa mulher tinha que responder criminalmente por ter incitado o linchamento de pessoas e não respondeu: é questão de uma Justiça classista no Brasil e na França, que não é diferente”.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave