Do bosque para a rua

Conheça os novos lenhadores urbanos, os lumbersexuais: homens barbudos e super vaidosos

iG Minas Gerais | Lorena K. Martins |

O lumbersexual é um termo que define homens que têm um estilo parecido com o clássico lenhador
jtcausa
O lumbersexual é um termo que define homens que têm um estilo parecido com o clássico lenhador

O holofotes da moda masculina não acendem com tanta frequência. Mas desta vez, eles se voltam para algo que é mais do que uma simples tendência, mas um novo comportamento entre os homens vaidosos. Os metrossexuais, isto é, aqueles que levam a vaidade até as últimas consequências, agora saem de cena e deixam espaço para os lumbersexuais. A palavra, com o prefixo “lumber”, vem do inglês lenhador, que inspira o novo comportamento e estilo difundido entre os homens, popularizado nos EUA e Europa. Aqueles fiéis a esta nova modalidade continuam sendo vaidosos só que com ares mais despojados, sem tanta preocupação com rituais de beleza e que cultivam barba mais espessa – geralmente combinada com uma cabeleira mais penteada –, detalhe mais marcante dentre deles.W

Nascido na web

O termo foi criado por Tom Puzak, do site “GearJunkie” – especializado em roupas de camping e aventuras – que acredita que “o metrossexual é uma espécie em extinção e está sendo substituída por homens que preferem a vida ao ar livre — ou o simulacro dela — em vez dos hábitos de estética meticulosa”. Da tendência, criou-se um perfil no Instagram (@lumbersexual) e hoje conta com mais de 20 mil seguidores. Por lá, fotos inspiradoras de homens que cultivam o jeito lenhador urbano são postadas diariamente. Acompanhadas da barba comprida e sempre bela, e também adereços que quase caracterizam como um uniforme: camisa xadrez, botas, gorros na cabeça e jeans.

Todos elementos que, sem querer querendo, remetem ao personagem americano Paul Bunyan, que, claro, também é lenhador. Esse novo “tipo” de homem foimaterializado por famosos como Ryan Gosling, Jared Leto, Jamie Dornan e Matthew McConaughey, todos barbudos mas que deixam a vaidade e estilo despojado em evidência, por trás da cara de machão. Estilo hoje que em nada se parece com aquele estereótipo do lenhador como símbolo gay, clássico dos anos 70.

Estilo de vida, mas nem tanto

Para o jornalista especializado em moda masculina, Lula Rodrigues, o termo lumbersexual é mais um padrão que se renova para vender. “Todos os movimentos de moda masculina, assim como o metrosexualismo que emplacou nos anos 90, estão sendo comerciais. Muito se fala em barba hoje em dia, ela está na moda e tem até livro sobre barbados. O mesmo com a camisa xadrez, que nunca saiu de moda e nunca deixou de vender. Estamos sem assunto, então tudo está se repetindo, com um novo nome”, acredita.

De olho nas tendências dos corredores nos principais eventos de moda do país, Lula diz não ter identificado nenhum lumbersexual por aí. Já o estilo barbado, segundo ele, é influência dos homens americanos e ingleses que cultivam esse tipo de comportamento desde o início do século XX. “Eles estão com o ego mais aflorado, e estão aparecendo muito, mais do que as mulheres. O lumbersexual é a forma que se vende os barbudos hoje, e eles aceitam”, destaca.

Manutenção do lenhador Tudo bem que aquela preocupação extrema com a beleza, típica dos metrossexuais, sai de cena e dá lugar a homens mais despojados. Mas a vaidade não é uma característica que não faça parte do lumbersexual. No kbloo Barber Shop, em BH, o movimento dos “lenhadores” que cultivam a barba tem aumentado. O incentivo para o seu crescimento é cada vez mais comum “Os homens estão mais preocupados com a infinidade de produtos para a barba e cuidam dele frequentemente. Lavam, secam, passam xampu e condicionador e aparam os pelos desgrenhados. A manutenção é essencial, como se fosse um cabelo mesmo”, explica o hair stylist – e beard stylist – Marcelo Paulors. Ele, que também tem a barba no estilo lenhador, deixa claro que hoje não é moda mais deixar a barba com ar de desleixo.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave