Pinheiros vence Sesi-SP e fatura a Copa Brasil feminina

Resultado dá ao time boa dose de motivação para sequência da Superliga, além de vaga no Sul-Americano do Chile, em fevereiro

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

Depois de chegar na final da primeira edição da Copa Brasil, em 2014, o Sesi-SP bem que tentou superar a marca anterior, mas viu um destemido Pinheiros no meio do caminho. O azarão dos quatro classificados para as semifinais mostrou seu valor e conquistou um título inédito, superando um investimento bem abaixo e um elenco sem grandes estrelas, mas cheio de qualidade.

Com o título da Copa Brasil, o respeito pelo time do técnico Wagão tende a aumentar, assim como a valorização por jogadoras ainda desconhecidas do grande público, a exemplo da levantadora Macris, da ponta Ellen e da oposto Rosamaria.

O time paulistano, que está em quarto lugar na Superliga, atrás das outras semifinalistas da Copa Brasil, passou na decisão ao vencer o rival por 3 a 2 (25/20, 15/25, 21/25, 28/26 e 15/7).

Depois de perder o primeiro set, o Sesi encontrou um bom ritmo de jogo ao vencer as duas parciais seguintes. O quarto set foi o mais disputado, sendo definido, somente, após os 25 pontos, levando muita emoção para quem compareceu ao ginásio São Gonçalo, que esteve lotado.

O quinto set também teve boa dose de equilíbrio entre os dois times, que teve o Pinheiros abrindo boa vantagem após os oito pontos, ficando muito perto da conquista.

Para chegar à final, o Sesi superou o Molico-Nestlé-SP, enquanto o Pinheiros passou pelo Rexona-Ades-RJ. Semifinais e final aconteceram na cidade de Cuiabá-MT.

Com o resultado, o Pinheiros confirma presença no Sul-Americano, que acontece em fevereiro, no Chile, em cidade a ser definida (Viña del Mar ou Serena). O torneio dá vaga no Mundial de clubes, que acontece na Suíça, em maio. O Pinheiros foi campeão do Sul-Americano, pela única vez na sua história, em 1970. 

Por ser o atual campeão brasileiro, o Rexona-Ades-RJ também está garantido na competição. As últimas seis edições foram vencidas por equipes brasileiras.