Brasil amarga segunda derrota no Mundial

Seleção Brasileira perdeu para a Espanha por 29 a 27; na estreia, o time perdeu para o Qatar

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

O Brasil começou melhor em quadra, mas acabou cedendo a virada para os atuais campeões do Mundo
J. L. Recio
O Brasil começou melhor em quadra, mas acabou cedendo a virada para os atuais campeões do Mundo

O Brasil não liderou um minuto sequer a estreia no Mundial de handebol contra o Qatar, na quinta (15). Perdeu por 28 a 23. Neste sábado (17), a seleção masculina saiu na frente da atual campeã mundial, a Espanha. Parecia que algo seria diferente para os brasileiros em Doha. E foi. Mas a derrota se repetiu, desta vez por 29 a 27.

 

A mudança brasileira começou logo na entrada da equipe em quadra, com três jogadores estreantes em Mundiais adultos como titulares: João, 20, Zé, 21 e Teixeira, 25.

A alteração do técnico Jordi Ribeira na estrutura inicial do time surtiu efeito. Inclusive na atuação dos mais experientes, como Borges, que está em seu quinto Mundial. Borges e Zé foram os artilheiros do Brasil com cinco gols cada. Quem marcou mais gols na partida foi o espanhol Canellas.

Apesar dos espanhóis liderarem todo o primeiro tempo, a diferença nos 30 minutos iniciais acabou em um gol (15 a 14 para os campeões do mundo).

Se no ataque o Brasil ainda teve algumas falhas, a defesa esteve mais sólida, com uma segura atuação de Bombom. Assim, o treinador brasileiro nem sequer trocou os goleiros de um tempo para outro, como fez contra o Qatar. Bombom jogou bem os 60 minutos.

Aos seis minutos do segundo tempo, enfim, o Brasil empatou com Borges e virou com João (19 a 18). Estava na frente de novo.

Os times se alteraram na liderança do placar até os dez minutos finais, quando a Espanha voltou a ser mais consistente e abriu quatro gols de diferença. O goleiro espanhol Sierra também se destacou no fim do jogo.

Agora, com duas vitórias, a Espanha lidera o Grupo A do Mundial. Com duas derrotas, o Brasil está na quinta colocação. Apenas os quatro melhores do grupo avançam às oitavas de final.

Na segunda-feira (19), os brasileiros enfrentam Belarus. Depois, na quarta, a Eslovênia. E, na sexta, o Chile. A seleção precisa vencer ao menos dois dos três jogos para sonhar com a classificação.

Leia tudo sobre: MundialHandebolBrasilEspanhaderrota