Motorista foge depois de atropelar e matar seis em Belo Oriente

Dez pessoas estavam sentadas às margens da LMG-758, quando foram surpreendidas pela veículo que saiu da pista ao tentar ultrapassagem proibida; outras seis pessoas ficaram feridas

iG Minas Gerais | Gustavo Lameira |

Dez pessoas foram atropeladas e seis delas morreram em Belo Oriente, no Vale do Rio Doce. O acidente aconteceu por volta das 20h30, dessa sexta-feira (26), no KM 63 da LMG-758. Ao todo, seis pessoas ficaram feridas.

Uma das vítimas sofreu apenas escoriações e relatou à Polícia Militar (PM) que Ford Fusion, com placa de Belo Oriente, saiu da pista depois de tentar uma ultrapassagem em trecho proibido, e em alta velocidade. Os grupo de amigos estava sentado às margens da rodovia, quando foi atingido pelo veículo, que em seguida bateu em uma árvore.

Essa testemunha também contou ao militares ter visto o motorista fugir do local. Militares foram até um sítio da região, onde o homem estaria hospedado, mas ele ainda não foi localizado.

No atropelamento morreram Irani Simões Bittencourt, de 39 anos, e a filha Ana Letícia Simões Ferreira, 16; Maria Piedade Assis, 65, e Eni Aparecida de Assis, também mãe e filha; mais Ronaldo Gomes Ferreira, 33; e Maria Gomes Roque, 67. Três vítimas do atropelamento foram socorridas em estado grave para o Hospital Márcio Cunha, em Ipatinga, no Vale do Aço.

Outros três feridos estavam no carro, um deles também em estado grave. Esses foram levados por motoristas que passavam pela rodovia para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), também em Ipatinga.

Leia tudo sobre: Belo OrienteVale do AçoIpatingaatropelamento