Para ver de perto ou de longe

O artista Cesarmauricio conclui mural no corredor de vidro do Anexo da Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa

iG Minas Gerais | Carlos Andrei Siquara |

Referências. Mural do mineiro Cesarmauricio dialoga com o universo das animações e dos cartuns
MARIELA GUIMARAES / O TEMPO
Referências. Mural do mineiro Cesarmauricio dialoga com o universo das animações e dos cartuns

Enquanto finalizava o mural no corredor de vidro do Anexo da Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa, na manhã de ontem, Cesarmauricio recebeu a visita de duas senhoras que estavam na praça da Liberdade. “Eu notei que elas estavam observando o que eu estava fazendo lá de baixo e depois resolveram subir. Quando chegaram, elas disseram que do lado de fora o trabalho estava tão interessante que elas quiseram se aproximar para ver como ele era de perto”, conta o artista.

O entusiasmo com a reação das duas mulheres, para ele, é um sinal de que a proposta funciona. Nas paredes transparentes, com 25m de comprimento por 2m de largura, ele fixou personagens com silhueta humana e que parecem mirar quem caminha nas imediações da rua da Bahia ou da praça da Liberdade. O material utilizado foi o papel adesivo.

“Logo que eu comecei a trabalhar nesse mural, eu tive o interesse de lidar com a transparência daquela estrutura. Então comecei a fazer recortes em papel com cores chapadas, como o vermelho, o azul, o amarelo, o branco e o preto. O que me guiou foi justamente essa possibilidade de brincar com o olhar das pessoas que passam por perto”, explica Cesarmauricio.

Uma das atrações do Verão Arte Contemporânea, a obra, considerada a maior produzida por ele até hoje, fica exposta ali até março. Marcada por um traço lúdico, o artista belo-horizontino diz que ela é inspirada no universo da animação e dos cartuns, o que provoca uma comunicação rápida e direta.

“O visual é bastante pop. A linha que delimita os desenhos tem muita afinidade com o desenho animado e deixa à vista algumas expressões que chamam atenção. Há algumas caras, olhares e bocas, que são específicos desse tipo de linguagem e traduzem um certo tipo de ironia”, conta ele, que é formado em cinema de animação pela Escola de Belas da UFMG.

Em razão de sua própria trajetória de trabalho e estudo, o artista observa que mescla diferentes vertentes artísticas no que produz.

“Muitas vezes, quando estou criando, eu acabo misturando as coisas, e um pouco do que desenho aparece no que pinto e vice-versa. Agora o que mais influencia um trabalho é o próprio suporte. No caso dessa passarela, por exemplo, eu concebi algo que parece ter frente e verso. Quem vem da praça da Liberdade, por exemplo, consegue avistar uma composição em primeiro plano e outra diferente em segundo. O mesmo acontece se alguém transita no sentido inverso. E quem passeia por dentro também tem outro tipo de visão, com acesso a mais detalhes”, acrescenta.

Esse projeto, para ele, embora tenha afinidade com outras criações, serviu como uma forma de experimentar outras práticas dentro do seu processo criativo.

“Esse mural é completamente diferente das pinturas que eu vinha produzindo. Nos últimos anos, eu experimentei uma confecção rápida que saia quase que num processo de catarse. Nesse mural eu precisei fazer tudo de uma maneira mais metódica, desenhado e recortando cada personagem em minuciosas partes”, afirma Cesarmauricio.

Agenda

O quê. Mural de Cesarmauricio

Quando. Até março de 2015

Onde. Corredor de vidro do Anexo da Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa (rua da Bahia, 1.882, Lourdes)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave