Amsterdã não para

iG Minas Gerais |

A alegria brasileira é famosa pelo mundo, mas a dos holandeses não fica atrás. Menos efusivos – afinal, são europeus –, com bem-estar e a simpatia dos holandeses em Amsterdã mostram estar à vontade em uma das sociedades mais evoluídas do planeta.

Enquanto muitos países democráticos discutem temas espinhosos, como a legalização do aborto, do casamento gay, das drogas e da prostituição, em Amsterdã, há mais de 40 anos esses temas fazem parte do dia a dia.

Amsterdã é uma cidade liberal, mas não libertina: cada um no seu quadrado. A bicicleta é o grande veículo de transporte; não é postura alternativa, pelo contrário, é completamente assimilada, usada por todos, independentemente da faixa etária. A especulação imobiliária não tem vez, sua arquitetura tem o mesmo padrão há séculos, com exceção de museus, como os excelentes Van Gogh, Stedelijik e Rijiskmuseum, com projetos de ponta.

Além de coleções espetaculares, que vão dos Old Dutch Masters, como Rembrandt e Vermeer, aos movimentos, como o grupo Cobra e o De Stijl, os museus trazem em seu acervo obras como quadros de Cézanne, Monet, Pissarro e esculturas de Rodin. Os cafés e restaurantes de todos os museus são uma ótima opção para quem não tem reserva para o almoço ou para o jantar, com uma cozinha saborosa e inventiva, num ambiente bem-montado e com serviço cortês.

Inovação

Uma das melhores experiências gourmet de Amsterdã está no Daalder em Jordaan – uma das regiões da moda na cidade. A cozinha é inventiva, servida em passos que vão de três a sete, à escolha do cliente e com sabores que impressionam. Na mesma região, e também com muito sucesso, o Toscanini é a melhor opção de cozinha italiana.

Para quem não abre mão de uma boa pizza, lasanha ou de um tiramisù muito bem-feito Quatro Statione, perto do Concertgebouw, é excelente, gerido por uma família italiana que garante a qualidade e a autenticidade dos produtos. Perto dali o Sea Food Bar é um show, com uma divina sopa de lagosta ou ostras frescas de entrada, seguido por pratos de mistos de peixes e frutos do mar, camarões grelhados e bacalhau fresco.

Para quem gosta, assistir a um concerto no Concertgebouw é uma experiência única pela qualidade da música e pela agradável surpresa de o espumante, o vinho branco ou tinto serem servidos como cortesia. Experiência única que une generosidade com cultura e prazer à mesa.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave