Obama pede paciência ao Congresso sobre programa nuclear iraniano

"O Congresso deve ser paciente", declarou durante coletiva de imprensa conjunta com o primeiro-ministro britânico, David Cameron

iG Minas Gerais | AFP |

Presidente Barack Obama pede paciência ao Congresso sobre conversas com o Irã
AFP
Presidente Barack Obama pede paciência ao Congresso sobre conversas com o Irã

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pediu nesta sexta-feira ao Congresso americano paciência e ameaçou impor seu veto contra a eventual adoção de novas sanções em retaliação à política nuclear de Teerã.

"O Congresso deve ser paciente", declarou durante coletiva de imprensa conjunta com o primeiro-ministro britânico, David Cameron.

Obama considerou que novas sanções "comprometeriam a possibilidade de uma solução diplomática a uma das mais difíceis questões de segurança nacional que lidamos em muitos anos".

Os dois declararam serem contra a adoção de novas sanções "nesta fase" das negociações.

Cameron ressaltou que as negociações "precisam de tempo" para avançar, indicando que "permanecemos inteiramente determinados a assegurar que o Irã não produzirá armas atômicas".

As grandes potências ocidentais e o Irã estão em negociações e têm até 1º de julho para chegar a um acordo sobre a questão nuclear iraniana.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave