Com 10,6 milhões de autuações, SP aplica 4,5% multas a mais em 2014

O número de "canetadas" só não foi mais expressivo porque a cidade encerrou o contrato da inspeção veicular

iG Minas Gerais | Folhapress |

SP - TRANSITO/SP/RADIAL LESTE - CIDADES - Transito lento na Av. Alcantara Machado (Radial Leste), na altura do bairro do Belem, em Sao Paulo, na manha desta quinta-feira (5). Nao foi montada a faixa reversivel, devido   a greve dos agentes do CET.

FOTO: LUIZ GUARNIERI/ESTADAO CONTEUDO - 05/06/2014
LUIZ GUARNIERI/ESTADAO CONTEUDO
SP - TRANSITO/SP/RADIAL LESTE - CIDADES - Transito lento na Av. Alcantara Machado (Radial Leste), na altura do bairro do Belem, em Sao Paulo, na manha desta quinta-feira (5). Nao foi montada a faixa reversivel, devido a greve dos agentes do CET. FOTO: LUIZ GUARNIERI/ESTADAO CONTEUDO - 05/06/2014

O número de infrações no trânsito de São Paulo aumentou 4,5% em 2014 em relação ao ano anterior. Ao todo, foram 10,6 milhões de autuações no ano passado contra 10,1 milhões em 2013.

A infração que teve o maior aumento no período foi a invasão de faixas exclusivas ou corredores de ônibus. Foram 1.209.571 autuações desse tipo em 2014 contra 713.548 em relação ao ano anterior -um acréscimo de 69,5%.

O número de "canetadas" só não foi mais expressivo porque a cidade encerrou o contrato da inspeção veicular. Ainda assim, foram registradas 28.858 infrações por atraso ou irregularidades com o serviço, número 90,3% menor que os 268.089 veículos autuados no ano anterior.

Mesmo com uma queda de 8,6% no número de autuações, a multa mais registrada foi o desrespeito ao rodízio. Em 2014, 1.989.444 infrações desse tipo foram aplicadas contra 2.177.038 em 2013.

A falta do uso do cinto de segurança, infração grave que leva a multa de R$ 127,69 por passageiro sem o acessório, rendeu 198.811 infrações. No ano anterior, foram 10,5% a menos (179.777).

A CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) não informou qual o valor arrecadado com as infrações.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave