Faturamento real da indústria cai 4,9% em novembro

Emprego industrial teve recuo de 0,1%, na comparação com outubro, e de 3% sobre novembro de 2013

iG Minas Gerais | Folhapress |

STUDIO CERRI /DIVULGAÇÃO
undefined

A indústria registrou queda de 4,9% no faturamento real (descontada a inflação) em novembro ante outubro de 2014, após quatro altas consecutivas, segundo levantamento divulgado nesta sexta-feira (16) pela CNI (Confederação Nacional da Indústria). As informações são da Agência Brasil.

O faturamento recuou também em relação ao mesmo mês de 2013, com queda de 4,8%.

As horas trabalhadas na produção e a massa salarial real tiveram alta respectiva de 0,1% e 0,2% em novembro ante outubro. Para a CNI, "as altas dos dois indicadores são modestas, dado o baixo patamar em que já se encontravam em outubro, e devem ser interpretadas como estabilidade". Na comparação anual, as horas trabalhadas e massa salarial caíram 6,6% e 1,2%, respectivamente.

O emprego industrial teve recuo de 0,1%, na comparação com outubro, e de 3% sobre novembro de 2013. O rendimento médio real do trabalhador caiu 0,1% na comparação mensal, mas cresceu 1,9% ante novembro de 2013. Na avaliação da CNI, os números da pesquisa apontam "dificuldade na recuperação da atividade industrial."

Leia tudo sobre: Indústria;