Doze detidos na França em relação a atentados de Paris

Na manhã desta sexta (16), a estação 'Gare de l'Est' chegou a ser evacuada após uma suspeita de bomba

iG Minas Gerais | AFP |

AFP PHOTO / PHILIPPE DUPEYRAT
undefined

Doze pessoas foram detidas na madrugada desta sexta-feira (16) na região de Paris como parte da investigação sobre os atentados jihadistas da semana passada na capital francesa, indicou uma fonte judicial. 

Os detidos, nove homens e três mulheres, serão interrogados sobre o possível apoio logístico que podem ter fornecido aos criminosos, com armas e veículos, disse a fonte. Na manhã desta sexta (16), a estação 'Gare de l'Est' chegou a ser evacuada após uma suspeita de bomba.

Nos últimos dias, os investigadores vigiaram muitas pessoas localizadas a partir de elementos de DNA e de escutas telefônicas realizadas no entorno dos irmãos Said e Cherif Kouachi e de Amedy Coulibaly, que assassinaram 17 pessoas em vários ataques ao longo de três dias.

As investigações seguem em andamento nas localidades de Montrouge, onde Amedy Coulibaly matou uma agente de polícia municipal na semana passada, em Grigny e Fleury-Mérogis (Essone) e em Epinay-sur-Seine (Seine-Saint-Denis), segundo fontes policiais.

As detenções ocorreram após uma operação antiterrorista na Bélgica, embora as autoridades belgas sustentem que não existe relação entre as duas operações.

A justiça espanhola também abriu uma investigação preliminar para esclarecer a permanência de Coulibaly em Madri com sua companheira dias antes do ataque em Paris, e na Alemanha a polícia fez nesta sexta-feira onze operações em Berlim contra o movimento islamita, detendo duas pessoas.