Aulas para todo gosto: desde crianças até grupos de amigos

iG Minas Gerais | Lygia Calil |

A dupla de chefs Sérgio Figueiredo e Gabriel Trillo criou um curso para ajudar quem não entende nada de cozinha. As lições partem do mais básico possível, com receitinhas “bê-a-bá”
Daphne Carvalho / Divulgação
A dupla de chefs Sérgio Figueiredo e Gabriel Trillo criou um curso para ajudar quem não entende nada de cozinha. As lições partem do mais básico possível, com receitinhas “bê-a-bá”

O perfil dos alunos de culinária, segundo os professores, é bastante variado: pessoas solteiras, recém-casados, profissionais liberais. Muitos grupos fechados de amigos também aproveitam as aulas juntos.

As confrarias, como são chamadas, são uma das especialidades da chef Cida Gomes, em seu ateliê culinário. As aulas mensais atendem grupos que já se reúnem há vários anos.

“É um momento para as pessoas se sentirem à vontade. Elas vêm, colocam a mão na massa, todo mundo faz junto. O ambiente é bem descontraído”, diz ela.

Cada vez mais presente é o contingente de jovens interessados nos cursos. Não à toa, dois novos cursos estreiam neste mês em Belo Horizonte buscando esta geração “foodie”, com aulas de férias para crianças e adolescentes. O chef Eloi Moreira foca seus módulos para jovens de 14 a 18 anos, com receitas de saladas, entradas e pratos rápidos. “Adolescente é um público difícil na cozinha, eles normalmente rejeitam aquilo que não conhecem. As aulas são interessantes para aproximá-los desse universo e diminuir o estresse”, diz ele.

No restaurante Alma Chef, crianças a partir de 7 anos ganharam aulas especiais para elas, às terças-feiras à tarde. No cardápio, há confeitaria (chocolate, macarrons, paletas mexicanas) e pratos simples (mini-hambúrguer, lasanha à bolonhesa, filezinho à parmegiana).

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave