United demite olheiro após insultos racistas na internet

Segundo o jornal britânico The Guardian, Torben Aakjaer foi demitido depois de uma investigação interna para apurar o caso

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Aakjaer vivia em Copenhague, capital da Dinamarca, e trabalhava para o Manchester United desde 2011.
Divulgação/ Instagram
Aakjaer vivia em Copenhague, capital da Dinamarca, e trabalhava para o Manchester United desde 2011.

O Manchester United demitiu um de seus olheiros na Europa por causa de insultos racistas no Facebook, segundo informações do jornal inglês "The Guardian".

De acordo com um assessor de imprensa do clube inglês, Torben Aakjaer foi demitido depois de uma investigação interna para apurar o caso.

Segundo o periódico, um dos comentários ofensivos do olheiro indicava apoio para a Dinamarca fechar as suas fronteiras e colocar "pessoas extras em todas os cruzamentos e saídas para que toda a sujeira e m... da Europa oriental possam permanecer fora".

"O clube recebeu a prova do Guardian, abriu uma investigação imediata sobre o assunto e terminou o compromisso com Aakjaer. O Manchester United é uma organização inclusiva e não vai tolerar esse tipo de comportamento", disse o clube em nota.

De acordo com o jornal "The Guardian", Aakjaer vivia em Copenhague, capital da Dinamarca, e trabalhava para o Manchester United desde 2011.

Ainda segundo o periódico, o olheiro confirmou se tratar da sua conta no Facebook, mas negou o uso de termos racistas ou ofensivos e disse que pode ter sido alvo de hackers. Depois do contato com a reportagem, ele removeu todas as publicações ofensivas.